Publicidade

20 de Fevereiro de 2014 - 06:00

Do total levado por dupla que assaltou motel, a PM localizou R$ 64 mil em uma casa na Vila Olavo Costa

Por Sandra Zanella

Compartilhar
 

Dois criminosos armados com revólver roubaram quase R$ 90 mil em assalto a um motel na antiga Estrada União e Indústria, entre as regiões Sudeste e Sul de Juiz de Fora, na noite de terça-feira (18). Segundo a Polícia Militar, a dupla chegou ao local em um Volkswagen Gol preto, por volta das 19h30, e ocupou uma suíte. Em seguida, os bandidos renderam um recepcionista, 23 anos, uma camareira, 35, e ainda amarraram com fios o proprietário, 34, que teve a arma colocada dentro da boca. Depois de roubar cerca de R$ 25 mil e carregar um cofre, que continha mais de R$ 64 mil, a dupla ainda levou os equipamentos do circuito de monitoramento por câmeras.

Na fuga, os assaltantes deixaram cair duas facas na recepção. A PM foi acionada e, com base nas informações sobre a placa do veículo, souberam que a mesma pertencia, na realidade, a um Fiat Palio roubado. Logo depois, a PM recebeu denúncia de que seis homens teriam retirado um cofre de um carro na Rua Oscar Kelmer Filho, na Vila Olavo Costa, região Sudeste. Vários policiais militares, com apoio de viaturas da Rotam, cercaram a residência onde estariam os suspeitos.

Ao perceber a chegada da polícia, um jovem, 22, pulou a janela de um quarto, acessando o pátio do Demlurb. No cômodo de onde ele escapou, os militares acharam o cofre roubado, o capacete e as roupas usadas pelos ladrões, uma munição calibre 32, a chave da suíte do motel ocupada pela dupla e uma balança. Policiais realizaram intenso rastreamento, mas não conseguiram localizar o suspeito e ninguém foi preso. Na presença do proprietário do estabelecimento, o cofre foi aberto por um chaveiro, após os trabalhos periciais. O dinheiro foi conferido, sendo recuperados R$ 64.056,50, dos quase R$ 90 mil roubados.

A ação

Segundo a PM, o proprietário do estabelecimento estava no escritório quando foi surpreendido por um criminoso, que usava capacete e portava arma de fogo. O ladrão anunciou o assalto e começou a perguntar onde estava o dinheiro, momento em que entrou no cômodo um segundo assaltante encapuzado. O comparsa amarrou a vítima com fios e continuou a questioná-la sobre as cédulas. Diante das ameaças, o empresário informou que o montante estava na gaveta e, rapidamente, o bandido armado pegou as notas, que foram colocadas em seus bolsos. Em seguida, a dupla percebeu que havia dois cofres no escritório e, mediante grave ameaça, o homem que usava capacete colocou o revólver dentro da boca da vítima, determinando a abertura do primeiro compartimento.

Depois de pegarem a quantia encontrada, os criminosos partiram para o segundo cofre, mas o proprietário disse que não sabia a senha daquele. Os ladrões então decidiram carregar o móvel e o colocaram no veículo Gol, que estava na garagem de uma das suítes do hotel. Já o funcionário rendido, contou à PM que estava na recepção, quando dois desconhecidos chegaram dando ordens para ele ficar quieto. Um dos assaltantes ainda agrediu o rapaz com uma cotovelada no supercílio direito, querendo saber do dinheiro. A camareira também foi abordada, mas não chegou a ser agredida. O caso seguiu para investigação na Delegacia Especializada de Repressão a Roubos. Os bandidos não foram localizados.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?