Publicidade

13 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Por Marcos Araújo e Michele Meireles

Compartilhar
 

O governador Antonio Anastasia (PSDB) comunicou nesta quarta-feira (12) à chefia da Polícia Civil de Minas Gerais a autorização para a abertura de concurso público voltado para o preenchimento de mil vagas de investigador de polícia, cargo que apresenta defasagem em Juiz de Fora. Para o prefeito Bruno Siqueira (PMDB), a notícia já é um sinal de preenchimento do déficit de investigadores de polícia na cidade. Da mesma opinião, o chefe do 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora, Rogério de Melo Franco Araújo, considera que o concurso é uma resposta do Governo estadual aos apelos das autoridades juiz-foranas para a contenção da onda de criminalidade que assola o município. São 22 mortes violentas nos primeiros 43 dias de 2014. A própria Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), em dados recentes, apontou que os homicídios consumados na cidade cresceram 53% entre 2012 e 2013, totalizando cem assassinatos no ano passado. Já o levantamento da Tribuna, que considera os óbitos das vítimas após o fechamento do boletim de ocorrência, apontou que 139 pessoas morreram de forma violenta em 2013.

De acordo com o delegado Rogério de Melo, ainda não há previsão sobre o número de servidores que serão destinados a Juiz de Fora após a conclusão de todas as etapas do concurso. Ele adiantou que irá trabalhar para suprimir a falta de investigador na Polícia Civil local. "Temos uma defasagem pequena no número de delegados e um déficit maior no número de investigadores. Hoje temos 48 servidores."

A Delegada Regional de Juiz de Fora, Sheila Oliveira, afirmou que a chefia da Polícia Civil já sinalizou que, assim que os investigadores estiverem formados, alguns serão enviados para o município. "As expectativas são as melhores, pois esse concurso já era esperado. Com a chegada dos novos policiais poderemos dar mais celeridade aos inquéritos e fortalecer as equipes, dando uma resposta mais rápida para os crimes", destacou Sheila, acrescentando que, dependendo do efetivo enviado, será analisada a possibilidade de criação de uma delegacia especializada em crimes cometidos por menores de 18 anos de idade. "Atualmente, muitos crimes na cidade têm sido praticados por adolescentes."

Início imediato

A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que a instituição dará início imediato aos procedimentos para a publicação do edital com as regras do certame e que vem trabalhando para o aumento do efetivo. Em março de 2013, foram empossados 420 delegados. Ainda em 2013, 125 novos escrivães ingressaram na Polícia Civil, também por meio de concurso público. A partir de abril deste ano, 121 médicos legistas e 95 peritos criminais tomarão posse na instituição, que já admitiu 1.281 servidores administrativos para reforçar o trabalho nos órgãos e demais unidades policiais.

Nas redes sociais, o diretor regional do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil (Sindpol), Marcelo Armstrong, se manifestou a respeito da abertura do concurso, observando que seria preciso, no mínino, o dobro das vagas que serão oferecidas. "Em razão do grave déficit de investigadores em todo estado, não vai suprir nem o quadro dos policiais civis que estão se aposentando", destacou o sindicalista.

Carta ao governador

No último dia 6, o prefeito Bruno Siqueira apresentou uma carta, assinada por representantes da sociedade civil organizada, que pede ao Governo de Minas ações imediatas para o fim da violência. "Algo precisa ser feito. Antes que seja tarde demais", assim termina o documento. A carta foi entregue, no último sábado, ao governador Antonio Anastasia, que esteve em Juiz de Fora para inaugurar o complexo regulador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). "O aumento do efetivo das polícias Civil e Militar sempre foi uma de nossas maiores reivindicações junto ao Governo do Estado", afirmou Bruno.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor de fechamento de pista em trecho da Avenida Rio Branco para ciclovia nos fins de semana?