Publicidade

17 de Janeiro de 2014 - 07:00

Por Cíntia Charlene

Compartilhar
 
Parte estrutural foi concluída, diz secretário de Obras
Parte estrutural foi concluída, diz secretário de Obras

A Ponte Wilson Coury Jabour Júnior, que faz parte do sistema binário da Avenida Brasil, está prevista para ser inaugurada no final deste mês. O equipamento urbano está com a parte estrutural concluída, o que envolve fundação, laje pré-moldada, sobrelaje, estacamento para apoiar as partes metálicas e contenções laterais. A obra está agora na fase de acabamentos, com a instalação do guarda-corpo, guarda-roda, finalização do passeio destinado ao trânsito de pedestre e a pavimentação da ponte, que receberá o asfalto por cima do concreto. Ainda precisará ser feita a pavimentação da laje de transição, considerada a saída da ponte, assim como o acesso aberto na praça localizada na confluência entre as avenidas Garibaldi Campinhos e Brasil. Esta etapa está prevista para ser encerrada na próxima terça-feira. Posteriormente a sinalização de trânsito será realizada no local.

Com a inauguração da nova estrutura, que terá três pistas em sentido único, a ponte da Rua Benjamin Constant que hoje dá acesso à margem esquerda da Avenida Brasil e à região do Vitorino Braga será modificada e terá mão única, sentido bairros/Centro. Assim, a nova ponte irá atuar no sentido inverso, ou seja Centro/bairros. Segundo Amaury Couri, a medida trará mais fluidez ao trânsito. "A ponte da Benjamin Constant vai operar em uma mão com três vias. Isso vai melhorar a saída e a chegada dos bairros. Vamos praticamente eliminar o cruzamento da Benjamin com a Avenida Garibaldi Campinhos. Assim, só vai entrar nesta via quem for para os bairros", esclarece.

Na saída da Ponte Wilson Jabour Júnior haverá um sinal, para controlar o trânsito que irá ligar a Avenida Brasil à entrada da Garibaldi Campinhos. Porém, a Avenida Brasil do lado esquerdo vai continuar a operar em mão dupla. O serviço de revitalização da praça em frente à ponte deve ser iniciado na próxima semana, com a retirada dos entulhos, recuperação dos canteiros e do meio-fio.

A estimativa era de que uma obra desse porte fosse concluída em oito meses. Iniciados no final de 2012, os trabalhos levaram 13 meses para serem finalizados. O motivo dos atrasos, de acordo com o secretário de Obras, Amaury Couri, deve-se às alterações nos projetos, além de atraso na entrega da estrutura metálica, falta de mão de obra e equipamentos específicos, como o aluguel de guindastes, além das paralisações de final de ano. O custo da ponte, junto com o acesso, está estimado em R$ 5,5 milhões.

 

Outra obra

Já as obras da ponte localizada em frente ao Tupynambás, no Bairro Santa Tereza, serão retomadas na próxima segunda-feira, segundo Couri. A estrutura também faz parte do binário da Avenida Brasil. De acordo com o secretário, a paralisação se deve ao recesso de fim de ano e à concentração da mão de obra na conclusão da Ponte Wilson Coury Jabour Júnior. "Vamos começar a montagem da estrutura metálica da ponte do Tupynambás. A fundação e a contenção já estão prontas. Todo o material metálico já foi depositado, e o serviço deve ser concluído de 45 a 60 dias, aproximadamente. Após esta etapa, faremos o acabamento estrutural, com a colocação da laje pré-moldada, sobrelaje e o serviço de acabamento. Esperamos concluir esta ponte em quatro meses."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?