Publicidade

03 de Dezembro de 2013 - 10:40

Dupla foi detida depois de assaltar uma farmácia, na mesma via, durante a noite dessa segunda (2)

Por Tribuna

Compartilhar
 
Com um dos suspeitos foi apreendida uma arma de fogo, além de R$ 300 em dinheiro
Com um dos suspeitos foi apreendida uma arma de fogo, além de R$ 300 em dinheiro

Atualizada às 17h55

Mais um suspeito de integrar a quadrilha de roubos à mão armada que praticou cinco assaltos a estabelecimentos comerciais na Avenida Rio Branco, nos últimos dois meses, foi preso. O homem, de 37 anos, já era procurado pela Polícia Civil por suposta participação nos crimes, ocorridos em dois restaurantes e duas farmácias. Ele foi capturado pela Polícia Militar, na noite de segunda-feira (2), após mais um roubo a drogaria. O suspeito foi encontrado pela Rotam e Patrulha de Prevenção a Roubos da 32ª Companhia na Vila Olavo Costa, Zona Sudeste, junto com um comparsa, 32, reconhecido por atuar no delito. Um terceiro suspeito, 27, também recebeu voz de prisão depois de a PM encontrar na casa dele, no mesmo bairro, a arma de fogo usada no assalto. 

Desta vez, o alvo da ação criminosa foi uma farmácia no trecho da Rio Branco próximo à Rua Espírito Santo. Por volta das 19h, dois ladrões entraram no estabelecimento armados com uma espécie de garrucha antiga. A dupla rendeu o gerente, 29, e, mediante ameaças, roubou R$ 930 que estavam em dois caixas. Os bandidos fugiram pela Espírito Santo e foram vistos passando pelas ruas Batista de Oliveira, Halfeld e Avenida Getúlio Vargas. Quase cinco horas após a fuga, militares empenhados nas buscas conseguiram capturar os supostos assaltantes. Em poder do homem que já era procurado, os policiais encontraram R$ 300, que seriam parte do dinheiro roubado. Ele ainda assumiu a posse de uma bucha de maconha achada na residência em que estava escondido. 

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a PM concentrou o rastreamento na região da Olavo Costa porque recentemente um grupo daquele bairro havia sido identificado pela polícia como suspeito de cometer assaltos a estabelecimentos comerciais na Zona Sul. Na última sexta-feira, o homem, 46, que estaria à frente da quadrilha, conforme investigações, foi preso em flagrante durante ação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos. Ele foi encontrado em um bar perto da casa dele, na parte alta da Olavo Costa, e recebeu voz de prisão quando os policiais acharam um revólver calibre 38 no quintal de sua residência. Na ocasião, o delegado Carlos Eduardo Rodrigues informou que o suspeito havia sido reconhecido nas imagens de um roubo a restaurante italiano ocorrido no dia 2 na Rio Branco, altura do Bairro Cruzeiro do Sul. Na gravação ele aparece portando uma arma de cano longo, semelhante à apreendida pela PM. 

Conforme o registro policial, os dois homens presos pelo roubo de segunda-feira confessaram o crime. O suspeito que já era procurado confirmou aos militares sua participação nos outros cinco assaltos a estabelecimentos da Rio Branco, inclusive nos "arrastões" dentro de dois restaurantes, nos quais famílias foram rendidas enquanto jantavam e tiveram seus pertences roubados. Já o comparsa, disse aos policiais ter praticado dois roubos anteriores em uma mesma farmácia, além de quatro assaltos a ônibus da linha Guaruá. A dupla foi levada para a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil e, em depoimento, se reservou ao direito de só prestar declarações em juízo. Os dois suspeitos foram autuados em flagrante por roubo qualificado e formação de quadrilha. Já o terceiro envolvido, detido com a arma em casa, teve o flagrante confirmado por formação de quadrilha. O trio foi encaminhado ao Ceresp, onde ficou à disposição da Justiça.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?