Publicidade

26 de Dezembro de 2013 - 10:45

Por Tribuna

Compartilhar
 
Casa desmoronou parcialmente no Milho Branco
Casa desmoronou parcialmente no Milho Branco

Atualizada às 12h30

Na Rua José Barbosa de Almeida, conhecida como "Rua Dois", no Milho Branco, Zona Norte de Juiz de Fora, a queda de um barranco, por volta das 16h30 dessa quarta-feira (25), derrubou a parede da sala de uma casa. Ninguém ficou ferido. A moradora da residência, Maria Margarete da Silva, 37, contou que perdeu a estante, sofá, televisão e uma cama de criança. "Além disso, tudo ficou enlameado. Perdemos todas as roupas. Estamos ficando na casa de uma vizinha, pois não há como ficar lá. Além disso, temos medo de um novo deslizamento", disse a moradora, acrescentando que a Defesa Civil esteve no local, depois do desabamento, mas não isolou a área. "Os vizinhos estão com medo, a rua está sem energia, pois a fiação elétrica foi atingida e também não temos água", reclamou Maria Margarete. No Grajaú, na Zona Leste, um barranco deslizou e atingiu parte de uma casa na Rua Belizário de Castro. No momento do acidente, o imóvel estava vazio. Parte da residência está interditada, mas não houve necessidade de desalojar os moradores. O trânsito no local ficou em meia pista.

Conforme o subsecretário de Defesa Civil, Márcio Deotti, foram várias ocorrências de desabamento e alagamentos durante o dia de Natal, sendo que, a partir das 17h, se intensificaram os chamados à Defesa Civil. No Bairro Industrial, o córrego Humaitá transbordou e alagou as ruas de seu entorno. Pontos de alagamentos também foram registrados na Avenida Santa Luzia, no bairro de mesmo nome, e em ruas do Bairro Igrejinha, onde a água atingiu algumas residências, sendo necessário o atendimento de assistentes sociais da Defesa Civil. Na Rua Marciano Pinto, no Santa Efigênia, Zona Sul, houve um rompimento de rede de esgoto, comprometendo a via. Engenheiros da Defesa Civil e funcionários da Cesama foram deslocados para o local.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Prefeitura, o prefeito Bruno Siqueira esteve na sede da Defesa Civil, na noite de ontem, e coordenou os trabalhos de atendimento às vítimas das chuvas que se agravaram na cidade. Bruno acionou a Força-Tarefa da Prefeitura, mobilizando equipes da Cesama, da Secretaria de Obras (SO), da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), do Demlurb e engenheiros da própria Defesa Civil. No Jardim Natal, na área do desabamento, de acordo com a Prefeitura, dez famílias tiveram que deixar as residências e estão em casas de vizinhos e familiares.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?