Publicidade

07 de Outubro de 2013 - 20:13

Equipamentos que estão sendo chamados de "inteligentes" foram instalados em rodovias estaduais da região

Por Renata Brum

Compartilhar
 
Equipamento posicionado na MG-353
Equipamento posicionado na MG-353

A Polícia Militar Rodoviária começou nesta segunda-feira (7) a usar radares inteligentes para fiscalizar a falta de licenciamento de veículos em algumas rodovias da região. Na MG-353, entre Juiz de Fora e Coronel Pacheco, dois equipamentos estavam em teste há cerca de 15 dias, mas, nesta segunda-feira, passaram a autuar, fornecendo informações ao posto. Outros dois aparelhos também foram colocados na MG-285 e MGC-120, próximo à Polícia Rodoviária, em Dona Euzébia, a 110 quilômetros de Juiz de Fora.

Os radares, instalados pelo Departamento de Estradas de Rodagem de Minas (DER/MG), têm o leitor automático de placas (LAP), e, ao identificar um veículo com irregularidades, emitem um sinal sonoro avisando aos militares de plantão no posto, para que parem o carro e efetuem a fiscalização. O equipamento funciona com um chip, identifica a placa do carro e confronta os dados com o Registro Nacional de Veículos (Renavan). Em tempo real, ele verifica a situação do automóvel. Veículos de outros estados também serão identificados e, se estiverem irregulares, serão apreendidos. Caso o carro esteja com o licenciamento vencido, a polícia faz o recolhimento e aplica multa de R$ 191,54 ao motorista. A infração é considerada gravíssima, e o condutor perde sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O sistema também facilita a identificação e abordagem de veículos furtados ou roubados. "Se houver ocorrência policial, o radar vai sinalizar que aquele veículo é furtado. Assim, fica mais fácil a localização. É possível até mesmo ficar sabendo se há mandado de prisão em aberto contra o proprietário de um veículo", exemplifica o sargento Vitório Luís Cláudio Gonçalves.

Velocidade controlada

Os novos equipamentos também multam motoristas que dirigem acima da velocidade. Nas rodovias da região onde estão instalados, a máxima permitida é de 60 km/h. Somente na manhã desta segunda-feira, dois veículos foram autuados por excesso de velocidade. "No computador aparecem os dados com a foto do veículo, que é autuado na hora", comenta o sargento.

Além do funcionamento dos quatro radares inteligentes, nesta segunda-feira também teve início a fiscalização de outros dois equipamentos nas rodovias mineiras. Um deles na MG-435, no município de Caeté, e outro na MG-290, em Inconfidentes. Com operação destes novos aparelhos, são 240 equipamentos nas estradas estaduais.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?