Publicidade

26 de Dezembro de 2013 - 14:54

Por Tribuna

Compartilhar
 
Além do asfalto que cedeu no local...
Além do asfalto que cedeu no local...
Via está toda rachada
Via está toda rachada

No Bairro Três Moinhos, Zona Leste de Juiz de Fora, a Rua Maria Florice dos Santos está cedendo com riscos de atingir as vias abaixo, entre elas a Avenida Diva Garcia. Uma moradora da rua, a promotora de vendas Samiln Silva, conta que, há cerca de duas semanas, a Prefeitura enviou uma equipe ao local para consertar um buraco na via. Algumas vigas para a contenção chegaram a ser colocadas, mas o serviço foi paralisado. Ela acredita que essa situação, somada às chuvas, pode ter influenciado no asfalto que está cedendo, já que foram utilizadas máquinas pesadas, e o serviço não foi finalizado. Além disso, a moradora reclama que toda a via está rachada, meios-fios quebrados e poste caído, além de árvores que ameaçam despencar em cima de casas.

Outra reclamação de Samiln são as bocas de lobo entupidas. De acordo com ela, por causa disso, a água não tem por onde descer, e as casas acabam ficando inundadas. Ontem mesmo, o seu imóvel ficou encharcado. Foi a segunda vez que o problema aconteceu. "Temos que ficar empurrando a água para não entrar", desabafa. Por fim, a promotora de vendas conta sobre um escadão que liga a rua ao Bairro Alto Três Moinhos e que está cheio de lixo. "Com as chuvas, corre o risco de descer tudo e comprometer até o Bairro Santa Rita. É uma série de problemas que agrava a situação na região".

De acordo com a assessoria de comunicação do Demlurb, uma equipe será enviada ao local para verificar o problema.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Obras, os serviços na Rua Maria Florice dos Santos não estão paralisados. Eles fazem parte de uma verba de R$ 15 milhões recebidas para a contenção de encontas em nove bairros da cidade. Outras duas vias do Três Moinhos foram contempladas. Entretanto, os trabalhos nesta via ainda estão em fase inicial, quando são colocadas estacas. A assessoria explica que a área é de risco e, por isso, não foi possível evitar o deslizamento. Uma equipe da pasta irá ao local fazer uma proteção de Rip Rap, espécie de contenção com sacos, para proteger e evitar novos deslizamentos. As obras serão retomadas quando a chuva parar. Em relação aos bueiros entupidos, a limpeza será colocada na programação da pasta.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?