Publicidade

10 de Junho de 2014 - 10:39

Por Tribuna

Compartilhar
 

Após a Promotoria de Meio Ambiente instaurar um inquérito civil para apurar as denúncias de poluição no Córrego Salvaterra e emitir uma solicitação de vistoria no local do curso d'água no dia 31 de maio, a assessoria de comunicação da Secretaria de Meio Ambiente (SMA) informa ter recebido o documento na noite dessa segunda-feira (9).

Segundo a assessoria da SMA, será realizada uma análise do documento emitido pela Promotoria, para que sejam tomadas as medidas cabíveis. O inquérito foi aberto pelo Ministério Público após solicitação da comunidade do entorno, por meio de um abaixo-assinado. Depois de observar grande concentração de espuma e um cheiro desagradável no curso d'água, um pescador buscou ajuda dos moradores para fazer o documento com as assinaturas.

Além disso, análises realizadas no Córrego Salvaterra pelo professor do curso de engenharia ambiental Cézar Barra, e publicadas na Tribuna de Minas na última quinta-feira, mostraram que após o monitoramente realizado durante sete meses (outubro de 2013 a abril de 2014) observou-se o aumento de alguns indicadores físico-químicos, destacando-se os sólidos totais dissolvidos, potencial hidrogeniônico (PH), salinidade e condutividade.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você confia nas pesquisas eleitorais?