Publicidade

24 de Abril de 2014 - 11:41

Por Sandra Zanella

Compartilhar
 

O secretário de Saúde, José Laerte Barbosa, teve seu gabinete invadido, na Rua Halfeld, Centro de Juiz de Fora, e foi ameaçado de morte na manhã desta quinta-feira (24). O suspeito, 55 anos, foi preso em flagrante pelo crime de ameaça, por policiais militares que atendiam uma ocorrência de falta de medicamento no local. Os militares realizaram buscas nos pertences do homem e encontraram três chaves de fenda e uma pinça metálica na mochila que ele portava. No entanto, conforme esclareceu o cabo da PM Felipe Munck, nenhum dos objetos foi usado contra a vítima, mas os mesmos foram apreendidos por questões de segurança.

"Ele invadiu meu gabinete dizendo que ia me matar, falando sobre a alta do genro dele do HPS. Sou funcionário público e autoridade no município. Achei por bem registrar queixa. Até agora não sei o motivo, mas vou representar contra ele, porque ameaça de morte é muito grave. Não houve agressão física, porém ele me ofendeu e usou palavras de baixo calão", disse o secretário. "Ele estava completamente transtornado, ainda tentei acalmá-lo", completou José Laerte. Segundo ele, nesta manhã, uma pessoa já havia ligado para a Secretária de Saúde, afirmando que iria matá-lo.

O suspeito foi encaminhado ao plantão da delegacia. Para a Tribuna, ele alegou que desde 2009 luta por melhorias na Saúde do município, tendo inclusive pedido intervenção do Ministério Público. "Até agora nada foi resolvido, e hoje tomei uma atitude drástica", disse o homem, assumindo que ameaçou de morte o titular da pasta. Ele afirmou ainda que o estopim de sua indignação foi o atendimento de um genro, vítima de acidente, nesta semana, no Hospital de Pronto Socorro (HPS). O homem questionou também os cuidados com o paciente e os trâmites para a alta dele.

Segundo o cabo Munck, o suspeito chegou a fazer ameaças de morte na presença da polícia. "Deparamos com a situação e tentamos verbalizar, mas ele estava muito estressado. Tivemos que tomar as providências cabíveis com a prisão dele e a condução das partes envolvidas."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?