Publicidade

14 de Dezembro de 2013 - 18:47

Por Tribuna

Compartilhar
 
Treinamento foi realizado no Bairro Três Moinhos
Treinamento foi realizado no Bairro Três Moinhos

Moradores do Bairro Três Moinhos, na Zona Leste, viveram momentos de tensão na tarde deste sábado (14), mas por um bom propósito. Juntos com equipes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Samu, Polícia Militar e Exército, eles participaram de uma ação batizada de "Simulado de Preparação para Desastres". O evento, que simulou o deslizamento de terra em quatro casas em uma encosta, teve o objetivo de preparar as pessoas que possuem moradia em área de risco para atuarem em caso de desabamento de talude. Além dos residentes, a ação teve como objetivo o treinamento dos profissionais dos órgãos mobilizados nesse tipo de situação. A organização e coordenação do simulado ficou a cargo do Ministério da Integração Nacional e da Defesa Civil de Juiz de Fora, que foi o único município no Brasil contemplado com a iniciativa.

A ação contou com a participação dos moradores do bairro, que fizeram as figuras das vítimas. Entre os soterrados, foram três em estado grave e duas levemente feridas. Eles se posicionaram em locais estratégicos, para aguardar o salvamento. O início do simulado aconteceu com uma ligação para o número de emergência do Corpo de Bombeiros (193), que desencadeou todo o processo de resgate, salvamento das vítimas e evacuação do lugar. As áreas de riscos estão divididas em níveis que vão de 1 a 4, sendo o 1 considerado o mais leve e o 4, o risco mais alto. O Três Moinhos foi escolhido para a realização do simulado por estar enquadrado no nível 4. "Esse tipo de treinamento é importante por promover condicionamento com mobilização de todos os órgãos envolvidos e capacitação da população, que é treinada para uma evacuação de forma tranquila", ressaltou o capitão Winderson Alan Moura, chefe da 3ª Seção de Operação e Planejamento do 4º Batalhão do Corpo de Bombeiros.

"A ação traz benefícios para as comunidades que ficam preparadas da melhor forma para superar os problemas nesse período chuvoso", afirmou o coordenador de Ações Sociais e Preventivas da Defesa Civil de Juiz de Fora, Marcelo Enes, acrescentando que todos os órgãos que participam do Plano de Contingência Municipal estão envolvidos no treinamento. Para o analista do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), da Secretaria Nacional de Defesa Civil, Fernando Cortizo, que veio para acompanhar todo o processo, todos só têm a ganhar com o simulado. "É uma ação preparatória da população que mora em área de risco, para ter uma evacuação segura e ordenada diante de um evento súbito que possa vir a causar danos humanos e materiais."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?