Publicidade

03 de Fevereiro de 2014 - 17:48

Por Tribuna

Compartilhar
 
Um dos principais pontos do documento diz respeito a divulgação das designações
Um dos principais pontos do documento diz respeito a divulgação das designações

Atualizada às 21h31

Uma comissão do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) entregou ontem à Superintendência Regional de Ensino (SRE) uma carta com as reivindicações dos profissionais da área. A principal demanda refere-se à divulgação das designações, com coincidência de data e horário na distribuição das vagas pelas escolas. Os professores querem a centralização dessas vagas em um único local para que possam participar de todos os processos.

A superintendente Regional de Ensino, Belkis Cavalheiro, recebeu os representantes do Sind-UTE. De acordo com a diretora do sindicato, Victória Mello, a superintendente se mostrou aberta para tentar, no ano que vem, a nucleação da distribuição das vagas. "Isso irá resolver praticamente todos os problemas relacionados às designações. O processo será mais transparente e democrático, e não ocorrerá o risco de erros", avalia o professor de geografia e representante do Sind-UTE Rodrigo Faria Mattos.

Na última quarta-feira, quando os editais foram lançados, o site do órgão saiu do ar, sendo as vagas divulgadas na SRE e nas escolas. No entanto, os professores disseram que não foram avisados, chegando a perder alguns editais. Na sexta-feira, a SRE criou um novo site (https://www.sites.google.com/site/designacaosrejf/) onde estão sendo publicados os editais.

Outra reivindicação dos professores é o retorno do primeiro ano do ensino médio regular no período noturno. "O que vai acontecer serão escolas ociosas à noite, professores desempregados e alunos fora da escola," analisa Victória.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?