Publicidade

12 de Fevereiro de 2014 - 21:07

Por Tribuna

Compartilhar
 

O primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (Liraa) de 2014, divulgado nesta quarta-feira (12) pela Secretaria de Saúde, identificou 7,1% de infestação do mosquito da dengue nos mais de seis mil imóveis visitadas em Juiz de Fora. O percentual sofreu aumento significativo em relação ao último levantamento, de novembro passado, quando a infestação foi de 2%. O Liraa também está muito acima do percentual considerado seguro pelo Ministério da Saúde: 1%. Pela tabela do ministério, percentuais iguais ou superiores a 4% indicam risco de surto da doença.

A Zona Norte, mais uma vez, lidera o ranking de regiões com maior infestação, e o bairro em situação mais crítica é a Vila Mello Reis. De acordo com o superintendente Regional de Saúde, José Eduardo Amorim, esse percentual é semelhante ao encontrado no mesmo período no ano passado, que foi de 7,56%. "O índice já aponta para a questão da epidemia. Contudo, nós temos um conjunto de ações preparadas, como o fumacê, para utilizar, principalmente, nas regiões mais infestadas."

Do início deste ano até a tarde desta quarta, o Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria de Saúde havia recebido 23 notificações de dengue, sendo que sete casos foram confirmados e três descartados. Outros 13 registrados aguardam resultado dos exames.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?