Publicidade

16 de Janeiro de 2014 - 11:01

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 20h17

Um homem de 43 anos foi preso em flagrante, na noite de quarta-feira (15), por suspeita de ter atropelado uma mulher, 46, na calçada e fugido sem prestar socorro. Depois de ser pego pela Polícia Militar nas imediações do local do acidente, no Bairro Grama, Zona Nordeste, o motorista confessou ser inabilitado e ainda foi submetido ao teste do etilômetro, que confirmou embriaguez. O acidente aconteceu por volta das 19h45 na Rua Diomar Monteiro. A vítima relatou à PM somente se lembrar de estar andando pelo passeio, no sentido Filgueiras/Grama, quando foi atingida por trás por um veículo. 

Ferida, a pedestre desmaiou e só recobrou a consciência quando já estava sendo socorrida por uma ambulância. Ela foi encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro (HPS), onde deu entrada com trauma e ferimentos na face e nas pernas. Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde, a paciente permaneceu internada em observação aguardando avaliação da equipe de neurocirurgia, mas estava lúcida, orientada, e seu estado de saúde era considerado estável. 

No local do acidente, militares foram informados por populares que o veículo envolvido no atropelamento era um Monza, o qual estava com o retrovisor direito danificado. Durante buscas, policiais encontraram o carro parado na Rua Minas Gerais, em Grama. O motorista ainda estava em seu interior, tentando fazer o automóvel funcionar. O condutor confessou ter se envolvido no acidente e não portar CNH. Ele recebeu voz de prisão em flagrante por ter fugido após o atropelamento, sendo encaminhado à 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Santa Terezinha. O Monza foi apreendido.

Já na delegacia, militares mobilizados no caso verificaram que o homem aparentava sinais de ter ingerido bebida alcoólica. Ao ser questionado, conforme o boletim de ocorrência, ele informou aos policiais ter consumido de seis a sete garrafas de cerveja antes de dirigir e concordou em realizar o teste no etilômetro. Diante da confirmação de embriaguez pelo exame, ele foi preso também pelo crime. Além disso, uma jovem, 18, compareceu à delegacia durante o desenrolar do caso e contou à PM que também quase foi atropelada pelo Monza. 

Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi autuado por infringir cinco artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB): praticar lesão corporal culposa na direção de veículo, deixar de prestar imediato socorro à vítima, afastar-se do local do acidente para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída, dirigir sob a influência de álcool, além de conduzir veículo sem permissão ou habilitação. O homem foi encaminhado ao Ceresp, onde ficou à disposição da Justiça. 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?