Publicidade

14 de Maio de 2014 - 17:59

Por Tribuna

Compartilhar
 

A Polícia Civil apresentou, na tarde desta quarta-feira (14), o suspeito de ser um dos executores de quatro homens, três deles mortos no dia 14 de março, dentro de uma residência, no Bairro São Sebastião, Zona Leste de Juiz de Fora. A quarta vítima, 16 anos, também baleada no imóvel, morreu no dia 5 de abril. Segundo o titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Antidrogas, Armando Avolio, o homem, 36, foi detido no Bairro Industrial, Zona Norte. "Este é um caso muito complexo, pois as vítimas, com idades entre 16 e 20 anos, tinham desavenças com várias pessoas. Nossa linha de investigação aponta que cada um foi morto por um motivo", afirmou.

Segundo ele, a polícia chegou ao suspeito após o adolescente baleado no dia do triplo homicídio ter dito a mãe de uma das vítimas que o homem detido era um dos autores. Durante coletiva de imprensa hoje, o detido negou participação no caso. "As investigações também mostraram que ele tinha motivação para matar os jovens, temos convicção que ele participou dos assassinatos", afirmou. A arma utilizada nas execuções não foi localizada.

O homem foi preso pela Polícia Militar, na noite de terça-feira (13), depois de moradores do bairro informarem que havia um veículo suspeito estacionado na Rua Mário Nogueira. Os policiais se deslocaram até a via e constataram que o carro, um Jetta, havia sido roubado em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Informantes indicaram onde o homem que estaria com o carro morava. A Polícia Civil e a PM foram até a casa e o suspeito foi preso em flagrante por receptação e por haver um mandado de prisão aberto contra ele, pedido por Armando Avolio. Ele foi ouvido e encaminhado ao Ceresp.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?