Publicidade

24 de Março de 2014 - 18:36

Por Tribuna

Compartilhar
 
Suspeito foi flagrado por câmera de uma residência arrombada em janeiro deste ano
Suspeito foi flagrado por câmera de uma residência arrombada em janeiro deste ano

Um homem de 27 anos, suspeito de uma série de arrombamentos, foi preso pela Polícia Civil, no final da tarde desta segunda-feira (24). Ele já era investigado pela 2ª Delegacia de Polícia Civil e figura como suspeito em mais de 30 boletins de ocorrências. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Ângela Fellet, o preso vem agindo desde 2009, sempre usando táticas parecidas para cometer seus crimes. O alvo dele eram casas e estabelecimentos comerciais na Cidade Alta. "O homem entrava nos locais e furtava aparelhos com monitores LCD, televisores e até teclado musical", afirmou Ângela, completando que a mãe do suspeito confirmou que ele praticava furtos para manter o vício em drogas. "Conforme as informações que colhemos, ele cometia o crime e, imediatamente, procurava uma boca de fumo, para adquirir entorpecentes".

O suspeito foi preso em sua casa, no Bairro São Pedro, em função do cumprimento de mandado de busca e apreensão e prisão temporária. Ângela informou que irá solicitar à Justiça a conversão do mandado de prisão temporária, com prazo de cinco dias, para prisão preventiva. "Com isso, os moradores da Cidade Alta vão se sentir mais seguros, já que, há tempos, ele vinha agindo naquela região", ressaltou a delegada. Ainda segundo ela, o inquérito contra o suspeito foi instaurado a partir da ocorrência de um furto com arrombamento em uma residência, no Bosque do Imperador, em 10 de janeiro deste ano. Ele entrou na casa e subtraiu diversos aparelhos, somando um prejuízo de R$ 3.100.

A delegada também informou que o preso já tinha sido preso em flagrante algumas vezes. "Como ele se aproveitava da legislação, conseguia ter a liberdade provisória e voltava a cometer os crimes. Ele chegou a relatar aos PMs, na ocasião de suas outras prisões, que iria passar dois meses engordando no Ceresp, para depois voltar a cometer crimes", afirmou a delegada, acrescentando que a prisão desta segunda contou com o apoio da Polícia Militar.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?