Publicidade

22 de Janeiro de 2014 - 12:35

Urna aberta na manhã desta quarta (22) mostrou a preferência da categoria sobre outras possibilidades como cabine blindada e GPS

Por Tribuna

Compartilhar
 

A câmera de segurança deverá ser um item obrigatório no serviço de táxi em Juiz de Fora. Dos 164 taxistas que participaram de uma consulta proposta pela Prefeitura, 56,7% foram favoráveis ao equipamento. Agora, a Settra vai criar uma lei específica para instaurar a obrigatoriedade na cidade. A legislação deverá passar por avaliação da Câmara Municipal.

A votação aconteceu nessa segunda (20) e terça-feira na Escola de Governo. Já a apuração foi feita na manhã desta quarta-feira, na sede da Settra. O momento contou com a presença de um representante de cada sindicato e dois da Associação dos Taxistas, além de uma representante dos taxistas não filiados a nenhuma entidade. Também foram consultados itens como cabine blindada (24,4% de votos favoráveis, 44,5% contrários, 26,8% brancos e 4,3% nulos) e rastreador ou GPS (31,7% de votos favoráveis, 34,1 contrários, 30,5% brancos e seis 3,7% nulos).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?