Publicidade

12 de Junho de 2014 - 10:20

PM encontrou vigia imobilizado com lacres plásticos atados nos pés e mãos

Por Tribuna

Compartilhar
 
Ocorrência mobilizou Polícia militar durante a madrugada
Ocorrência mobilizou Polícia militar durante a madrugada

Três criminosos armados com revólveres renderam dois funcionários para arrombar um caixa eletrônico situado no interior da sede da Unimed durante ação ousada, entre o final da noite de quarta-feira (11) e o início da madrugada desta quinta, na esquina da Avenida Rio Branco com a Rua Espírito Santo, no Centro de Juiz de Fora. O crime foi descoberto por volta de 1h30, quando uma equipe da Polícia Militar fazia patrulhamento pela região e foi informada por populares de que haveria um homem armado no interior do local. Quando os militares foram verificar, viram o vigia da cooperativa, 55 anos, imobilizado por meio de lacres plásticos atados em seus pés e mãos.

Ainda conforme a PM, os bandidos haviam acessado o local pela portaria do edifício Alber Ganimi que abriga a loja. Durante varredura, os policiais encontraram o porteiro, 54, também amarrado com algemas plásticas, dentro de um banheiro perto da garagem do prédio. Ele contou à PM que, por volta das 22h45, três homens chegaram à portaria, exibiram armas de fogo e, mediante ameaças, exigiram que a porta fosse aberta. Temendo ser baleada, a vítima cumpriu a determinação e foi rendida pelo trio.

Logo após entrarem no local, os ladrões disseram ao porteiro que só queriam o caixa eletrônico existente na cooperativa, e o mandaram chamar o vigia. Após cerca de meia hora, o funcionário compareceu e foi surpreendido pelo trio, sendo colocado imobilizado em uma sala. Em seguida, os assaltantes arrombaram um caixa eletrônico. A ação teria durado cerca de 40 minutos e teria sido realizada com auxílio de equipamentos que os bandidos carregavam em uma mochila e uma maleta.

Após a fuga dos criminosos, o vigia conseguiu ir rastejando até a vidraça voltada para a Rio Branco e chamar a atenção de pedestres que passavam pela via. A ocorrência mobilizou, pelo menos, sete viaturas da PM. A suspeita é de que um Fox prata que esteve parado nas imediações do local tenha dado cobertura ao crime. Apesar do rastreamento na região, nenhum suspeito foi encontrado. Peritos da Polícia Civil realizaram os levantamentos no local. A quantia roubada do caixa não foi informada.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?