Publicidade

06 de Maio de 2014 - 21:55

Por Tribuna

Compartilhar
 
Secretário José Laerte apresentou metas em lançamento do Plano Diretor
Secretário José Laerte apresentou metas em lançamento do Plano Diretor

A Prefeitura lançou o Plano Diretor para a Atenção Primária à Saúde em evento realizado, na tarde desta terça-feira (6), no Pró-Música, com representantes das unidades de atenção primária à saúde (Uaps) de Juiz de Fora. O objetivo do plano é normatizar e ampliar a qualidade do atendimento nas unidades para a redução das internações por condições sensíveis à atenção ambulatorial. Segundo o subsecretário de Atenção Primária à Saúde, Thiago Horta, as principais mudanças serão a implantação de agendas programadas, a inserção do Protocolo de Manchester, que adota a classificação de risco nos atendimentos de urgência, e a intensificação da prevenção e promoção da saúde por meio das visitas domiciliares. "Atualmente temos um limite de 16 consultas simples e quatro atendimentos de urgência. Isso não terá mais. Todos os atendimentos de urgência serão realizados", ressalta o subsecretário.

Thiago conta que o plano diretor foi iniciado no final do ano passado com a redefinição do território de responsabilidade de atendimento de cada Uaps. "O próximo passo será recadastrar toda a população, assim saberemos quantas mulheres, homens, grávidas, diabéticos e hipertensos há em cada território. Esse recadastramento tem previsão de término até 30 de junho." Ele explica que assim será possível estabelecer metas para os atendimentos. "Por exemplo, se eu tenho 40 hipertensos na região de referência daquela unidade, nós iremos cobrar dela 40 consultas de hipertensão em um prazo padrão de acordo com essa linha de cuidado."

O secretário de Saúde, José Laerte Barbosa, afirma que o plano será implantado por meio de tutores, reuniões e oficinas para o aperfeiçoamento contínuo das equipes de saúde. "Temos equipes que não são engajadas e o serviço vai ficando sem ser feito. Com o plano, teremos metas a serem atingidas e estratégias de trabalho." O secretário também informou que já está sendo realizada a transferência do almoxarifado e a contratação de nova empresa para a gestão dos insumos e medicamentos.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?