Publicidade

18 de Junho de 2014 - 14:43

Por Tribuna

Compartilhar
 

A UFJF passa a ter um ambulatório para tratamento preventivo de pacientes com osteoporose e que já tiveram algum tipo de fratura. Desta forma, a partir de agora, todas as pessoas que recebem tratamento dessa doença no Hospital Universitário (HU), ao apresentarem a primeira ruptura óssea, são encaminhadas para o novo centro. De acordo com o ortopedista, cirurgião de quadril e professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Jurandir Antunes Filho, o principal objetivo é evitar uma futura fratura do fêmur. Ainda segundo o médico, 85% das pessoas com fratura de punho ou vértebra terão a de fêmur, e em torno de 30% das pessoas que sofreram essa ruptura no quadril vêm a óbito.

O centro de referência integra a campanha global "Capture a fratura" da Fundação Internacional de Osteoporose (IOF), sendo esta uma organização mundial não governamental e sem fins lucrativos, que reúne cientistas, médicos e sociedades médicas e de pacientes, bem como parceiros corporativos, os quais se dedicam à luta contra a osteoporose e as doenças musculoesqueléticas. A campanha tem como intuito implantar modelos de tratamento multidisciplinar coordenados por um mesmo profissional para a prevenção de fraturas secundárias.

Na UFJF, a coordenação será realizada por Jurandir Antunes Filho, o qual terá uma equipe composta por reumatologista, endocrinologista, neurologista e educador físico. O coordenador acredita que com esse novo ambulatório será possível reduzir essa população de risco que, segundo ele, dos pacientes que possuem osteoporose, 16% já tiveram a primeira fratura. É válido ressaltar que os estudos da IOF revelam que quase metade de todas as mulheres e um terço dos homens que apresentam ruptura no quadril sofrerão uma nova fratura, por fragilidade, durante o restante das suas vidas.

A estimativa é de que no novo ambulatório, em um período de seis meses, haja o acompanhamento de 600 pacientes, os quais serão catalogados em uma plataforma de pesquisa do Departamento de Ortopedia da UFJF. Sendo assim, além de acompanhar todo o tratamento, que exige reposição de cálcio e vitaminas, será possível realizar mais pesquisas na universidade.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da adoção de medidas, como tarifas diferenciadas e descontos, para estimular a redução do consumo de água?