Publicidade

12 de Março de 2014 - 06:00

Mau estado de conservação da área também é motivo de queixa dos moradores e comerciantes

Por Marcos Araújo

Compartilhar
 
Canteiros quebrados e com mato na Praça Antônio Carlos
Canteiros quebrados e com mato na Praça Antônio Carlos
Placa que proibia uso de skate foi destruída
Placa que proibia uso de skate foi destruída
Piso deteriorado pode causar tropeços e quedas
Piso deteriorado pode causar tropeços e quedas

Vandalismo e intimidação de moradores e comerciantes marcam o cenário da Praça Alfredo Lage, no Bairro Manoel Honório, Zona Leste. Segundo residentes e pessoas que trabalham no comércio ao redor, a área está abandonada, com equipamentos públicos sendo depredados e, no período da noite, o espaço é tomado por usuários de drogas. A situação vem afugentando os frequentadores. Uma mulher, 83 anos, que mora perto da praça e não quis ser identificada, conta que o tumulto, em alguns dias, começa de manhã e vai até a madrugada. "Atualmente eu nem chego na janela, porque se a gente falar alguma coisa, pode acontecer o pior, pois essas pessoas não respeitam ninguém. Passei a ignorá-los completamente. Se a gente tomar uma atitude, não sabemos o que podem fazer." A idosa conta que a comunidade não pode usufruir da praça no período noturno. "Pessoas estranhas ficam aqui a noite toda. Já fizeram gestos para mim, com quem diz: 'espera para ver'. A gente fica intimidada, pois não dá para sair na praça. Eu já falei com as minhas filhas para a gente deixar de usar os quartos da frente e passar para os cômodos dos fundos, por causa da baderna durante a noite, principalmente nos fins de semana."

Um homem, 68, proprietário de uma loja no Centro Comercial Manoel Honório, em frente à praça, também está indignado com a situação do local. "Durante a noite, já vi meninos sentados nas escadas do shopping fumando algum tipo de droga. Sem falar na ação dos flanelinhas, que acabam intimidando muitos moradores e trabalhadores aqui da região. O ideal seria que a Guarda Municipal marcasse uma presença mais constante aqui, no período do dia, e que à noite houvesse maior patrulhamento por parte da polícia", afirma.

Outro comerciante, 44, comenta que precisou proibir a entrada no banheiro existente na garagem do shopping porque o mesmo vinha sendo depredado. "Além disso, é possível ver como os bancos da praça estão quebrados, o piso deteriorado. Os postes de iluminação pública são alvo de vandalismo. Muitos já estão com as lâmpadas quebradas, deixando algumas áreas mais escuras, que são utilizadas para o consumo de drogas." O comerciante ressalta que a praça é a única área de lazer do bairro.

 

 

PJF estuda revitalização da área

A Secretaria de Obras informa, por meio da assessoria de comunicação, que a Prefeitura já avalia a revitalização de toda a Praça Alfredo Lage, no Manoel Honório. Conforme a pasta, os ladrilhos que compõem o piso são antigos e vieram de outro estado, não existindo mais, o que estaria dificultando uma reforma a curto prazo.

A informação é de que está sendo realizado um estudo para viabilizar a intervenção, considerada de alto custo.

No que diz respeito à presença de guardas municipais na praça, a Secretaria de Administração e Recursos Humanos comunica que a área de lazer será incluída na rota de patrulhamento da corporação.

 

Segurança

Já a assessoria de comunicação organizacional do 2º Batalhão de Polícia Militar afirma que tem lançado, diariamente, policiamento a pé na Avenida Governador Valadares até a Praça Alfredo Lage.

Durante o dia e à noite, as viaturas estariam realizando o patrulhamento, bem como mantendo ponto base nas imediações da praça.

O batalhão informa ainda que existe uma constante rotatividade de viaturas pelo local (Patrulha de Prevenção Ativa, Patrulha de Atendimento Comunitário e Motopatrulhas).

 

Reuniões comunitárias

Outras estratégias para aumento da segurança e por consequência da preservação do patrimônio público devem ser levadas aos comerciantes e moradores através de reuniões comunitárias a serem realizadas pela 70ª Companhia da Polícia Militar.

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?