Publicidade

21 de Maio de 2014 - 21:23

Por Tribuna

Compartilhar
 

Motivado pela crescente onda de assaltos a estabelecimentos comerciais em várias regiões da cidade, o Sindicomércio se reuniu nesta quinta-feira (21) com entidades representativas do comércio no município a fim de pontuar ações que possam ajudar a diminuir a criminalidade. Entre as ideias discutidas estavam a realização de um levantamento, usando estatísticas da Polícia Militar, articulação com os deputados federais da cidade, acionamento dos departamentos de inteligência das polícias Civil e Militar, cobrança do aparelhamento da polícia com moto e reforço nas operações que visam identificar quem está chegando à cidade. O sindicato também defende o acompanhamento do projeto "Olho vivo".

O encontro reuniu os presidentes da Câmara de Dirigentes Lojistas, da Associação Comercial, do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Juiz de Fora, da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Zona da Mata (Abrasel ZM) e do Sindicato dos Panificadores. "A ação serviu para conversamos sobre como atuar de maneira conjunta. Sabemos que as autoridades estão fazendo o possível, mas queremos algumas atitudes para que a população não fique à mercê da violência", declarou o presidente do Sindicomércio, Emerson Beloti. O presidente da CDL, Marcos Tadeu Casarim, ainda acrescentou: "Isto é o início. Nós estamos formando uma base porque chegou um momento em que a violência está extrapolando não só em Juiz de Fora, mas no Brasil. Então, definimos que vamos fazer uma reunião com os comandantes das polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal e Federal."

O presidente do Sindicato dos Panificadores, Heveraldo Lima de Castro, acredita que o "Olho vivo" vai ajudar a coibir ações criminosas. "Com o projeto, a polícia vai ter um monitoramento com imagens, o que deve ajudar na segurança. Mas, bato na tecla que a Polícia Militar precisa ser mais bem equipada, para ter uma mobilidade maior no seu deslocamento, tendo facilidade para encontrar e prender estas pessoas."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você leva em consideração a escolaridade do candidato na hora de votar?