Publicidade

24 de Junho de 2014 - 06:00

Por PAULO CÉSAR MAGELLA

Compartilhar
 
Editor geral da Tribuna esbarrou com torcedores
Editor geral da Tribuna esbarrou com torcedores

Dias depois de Wendell Guiducci ter dividido um bife de chorizo com los hermanos, às margens da BR-040, e de Marise Baesso ter esbarrado com Felipão durante caminhada em Teresópolis, domingo foi minha vez de viver uma experiência real de Copa do Mundo. Por volta de 11h, já encerrando minha caminhada pela BR-440, eis que surge à minha frente um micro-ônibus. Até aí, nada demais, salvo pelos detalhes: a placa era de Barranquilla, na Colômbia, e os dizeres "acampanare a mi seleccion". Ao lado, um grupo de ciclistas passeava como se estivesse em casa, dividindo a pista com os locais.

Na dúvida entre voltar para a casa ou registrar o evento - me arrependeria se não fizesse nada -, emparelhei meu carro e me dirigi ao líder do grupo, em um portunhol de quinta, querendo saber o que faziam em Juiz de Fora, afinal, a cidade não é, sequer, sub-sede da competição.

Juan Manuel, já de cabelos grisalhos, explicou que estão no Brasil desde o dia 23 de maio, dividindo o tempo entre estádios e pistas. São 12 ciclistas que não têm dia nem hora para voltar. Tudo vai depender do desempenho da seleção colombiana. Hospedados em um sítio de amigos, perto do Estádio Municipal Mário Helênio, explicaram que só não irão ao Mato Grosso, por acharem muito longe, embora seja bem mais perto de seu país. A razão é única: pretendem ficar mais um pouco e terminar sua jornada no Maracanã.

Solícitos, deixaram-se fotografar e me perguntaram o caminho para a capela no alto do Bairro Santos Dumont. Um pouco de oração não faz mal a ninguém. E lá se foram eles, enquanto retornei consciente do dever cumprido e de ter visto de perto alguns atores anônimos do grande espetáculo da Copa do Mundo, que vai bem mais além dos campos, tornando-se um momento de confraternização de culturas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?