Publicidade

28 de Junho de 2014 - 06:00

Por Nathani Paiva

Compartilhar
 
Apostas ainda eram feitas ontem no Bar do Futrica
Apostas ainda eram feitas ontem no Bar do Futrica

Nessa sexta-feira (27), um dia antes de a Seleção Brasileira entrar em campo para enfrentar o Chile na abertura das oitavas de final do Mundial da Fifa, os organizadores do bolão da Copa do Mundo do Bar do Futrica ainda recebiam apostas de quem acertaria o placar do duelo. A tabela com os nomes e pontuação das 179 pessoas que estão participando do bolão geral- que premiará com R$1.740 quem acertar as três primeiras colocações ao fim do torneio -, está colada na parede do estabelecimento e pode ser conferida por cada apostador. Muito organizado, o proprietário do bar, Sidney Alves Vieira, 63, mostra que a brincadeira não tem erros e que o Brasil ainda é o favorito, segundo os participantes, para ganhar o campeonato.

"O campeão só vai aparecer no final do Mundial, mas já sabemos que algumas pessoas têm poucas chances de vencer, porque apostaram em seleções como Itália, Espanha, Inglaterra e Portugal, que já foram desclassificas logo na primeira fase. Anotamos todos os percentuais dos apostadores, e um deles já está com 28 pontos e poderá levar a bolada." Sidney comentou que 19,55% dos participantes do bolão do Futrica acreditam que a Alemanha irá levar a taça embora para casa, e 6,14% disseram ser a Argentina. "O povo acredita no Brasil. Mais de 64% dos boleiros votaram na nossa Seleção." Rondinely Vieira, 37, também é um dos organizadores e dá seus palpites. "No jogo do Brasil e México eu fui o único que acertou o placar. Ganhei R$172. Ninguém acreditou", diverte-se.

Deu zebra

A zebra da Copa atrapalhou a aposta do comerciante José Gonçalves, 52. Suas seleções favoritas para ficar entre os quatro primeiros lugares foram Alemanha, Espanha, França e Inglaterra, porém duas dessas equipes já arrumaram as malas e foram embora para casa. "O bolão é só entre eu e um amigo, e até agora eu estou na desvantagem, porque ele está com Brasil, Argentina, Itália e Holanda. Não achei que esses times importantes, com títulos mundiais no currículo, iriam sair tão cedo. E quem diria que Costa Rica, Nigéria e Grécia iriam conseguir passar para as oitavas de final?"

O tradicional bolão da Copa do Mundo também invadiu uma empresa da cidade na primeira fase do Mundial. Um dos funcionários e organizador das apostas, Milton Antonio Presto Rezende, 50, disse que duas pessoas acertaram o placar de 30 jogos do campeonato até aqui e ganharam R$ 608 cada um. "Fazemos essa brincadeira nas Copas e no Campeonato Brasileiro. O bolão também é uma forma de nos divertir." O eletricitário Hélio Geraldo Pereira, 43, ficou em quarto lugar no bolão da firma e bota a culpa nas zebras. "Fiz 27 pontos, 2 a menos que os primeiros colocados. Os resultados dessa Copa estão surpreendentes. E é isso que a torna mais emocionante."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?