Publicidade

30 de Janeiro de 2014 - 16:56

Best-seller que vendeu mais de 2 milhões de exemplares no Brasil ganha versão para as telonas; cinemas de JF exibem ainda o premiado drama dinamarquês "A caça" e a ação "47 Ronins"

Por Tribuna

Compartilhar
 

A menina que roubava livros

Um dos livros mais admirados em todo o mundo nos últimos anos ganha os cinemas de Juiz de Fora nesta sexta-feira (31). "A menina que roubava livros", que vendeu mais de dois milhões de exemplares no Brasil, conta a história da corajosa menina Liesel Meminger (Sophie Nélisse), que precisa ir morar com uma nova família na Alemanha da Segunda Guerra Mundial. A garota passa a ter o hábito de roubar livros, sendo o primeiro um guia para coveiros que ela pega durante o enterro do seu irmão caçula. Liesel aprende a ler com a ajuda do seu pai adotivo e fica encantada com os livros, principalmente depois de ver os nazistas queimando uma grande pilha deles. A menina encontra nos livros uma forma de escapar do terror que vive, principalmente depois da chegada de um judeu foragido que seus pais adotivos acolhem no porão.

UCI 5: 13h30, 16h15, 19h e 21h45. Cinemais Alameda 1 (dub): 15h20 e 18h50. Cinemais Alameda 1: 21h30. Classificação: 12 anos.

 

'A CAÇA'

A caça

Um filme dinamarquês que também estreia em Juiz de Fora nesta sexta-feira aborda um tema atual e delicado: a pedofilia. O longa tem sido elogiado pela boa fotografia e por fugir dos clichês a que uma história polêmica como essa poderia recorrer. O drama conta a história de Lucas (Mads Mikkelsen), um professor de jardim da infância que é adorado pela população da cidade onde vive. Boa praça e amigo de todos, ele tenta reconstruir a vida após um divórcio complicado, no qual perdeu a guarda do filho. Sua história começa a mudar quando Klara (Annika Wedderkopp), uma menina de 5 anos, diz à diretora da creche que Lucas lhe mostrou suas partes íntimas. Klara na verdade não tem noção do que está dizendo, apenas quer se vingar por se sentir rejeitada em uma paixão infantil que nutre por Lucas. A acusação logo faz com que ele seja afastado do trabalho e, mesmo sem que haja algum tipo de comprovação, seja perseguido pelos habitantes da cidade em que vive.

A produção venceu sete prêmios do 30º Robert Awards, considerado o Oscar dinamarquês, incluindo os de melhor filme, melhor diretor para Thomas Vinterberg e melhor ator para Mads Mikkelsen. Este ainda levou o prêmio de melhor ator no Festival de Cannes em 2012.

Palace 1: 14h, 16h30, 19h e 21h30. Classificação: 14 anos.

 

'47 RONINS'

47 Ronins

Baseado em uma lenda japonesa do século XVIII, "47 Ronins" estreia em Juiz de Fora na versão 3D, nos cinemas que dispõem dessa tecnologia. O elenco encabeçado por Keanu Reeves revive a história do grupo de 47 samurais que vingam o assassinato de seu mestre. Os japoneses contam que este evento ocorreu provavelmente entre 1701 e 1703, sendo a lenda mais famosa do código de honra Samurai: o Bushido. Na adaptação para o cinema, Keanu Reeves lidera o grupo como Kai, um excluído que se une a Oishi (Hiroyuki Sanada), o líder dos 47 Ronins. Juntos eles buscam vingança sobre o traiçoeiro soberano que matou seu mestre e baniu sua espécie. Para devolver a honra à sua pátria, os guerreiros embarcam em uma missão que os desafia com uma série de provas que destruiriam os guerreiros comuns.

UCI 3 (3D): 13h20, 15h50, 18h20, 20h50 (todos os dias) e 23h20 (somente sexta e sábado). Cinemais Alameda 5 (3D/dub): 14h10 e 19h10. Cinemais Alameda 5 (3D): 16h40 e 21h40. Santa Cruz 1 (dub): 16h, 18h30 e 21h. Classificação: 14 anos.

 

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?