Publicidade

15 de Março de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Maquete de "O rei da vela", de Oswal de Andrade, montagem de 1982 do Grupo Divulgação
Maquete de "O rei da vela", de Oswal de Andrade, montagem de 1982 do Grupo Divulgação

Ao longo de seus 48 anos, o Grupo Divulgação viu de perto as muitas transformações do teatro brasileiro. Da expressão moderna à contemporânea, os palcos viram a linguagem teatral acompanhar o tempo, mostrando-se arte em movimento e evolução. Parte desse contexto, os cenários também viveram todo o processo, ganhando em minimalismo e versatilidade. Para contar essa história, a Galeria de Arte do Forum da Cultura, espaço que também sedia a companhia, reúne 21 maquetes cenográficas de espetáculos diferentes. Dispostos de forma cronológica, os protótipos construídos através de projeto de extensão da UFJF desde 1999, trazem à memória apresentações como "A torre em concurso", de Joaquim Manoel de Macedo; "O mambembe", de Arthur de Azevedo; "O rei da vela", de Oswald de Andrade; "O beijo no asfalto", de Nelson Rodrigues; "Pedreira das almas", de Jorge Andrade; "Só o faraó tem alma", de Silveira-Sampaio; e muitas outras, incluindo "A escada de Jacó"," A visita", "Sob nova direção", "Zé das Covas e Dona Morte", "Erguei as mãos!" e "O devoto", com textos de José Luiz Ribeiro.

O TEATRO BRASILEIRO ATRAVÉS DE MAQUETES Até 28 de março, de segunda a sexta, das 14h às 18h, no Forum da Cultura (Rua Santo Antônio 1.112)

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?