Publicidade

02 de Abril de 2014 - 19:40

Adaptação da história contada na Bíblia e em outros livros sagrados causou polêmica entre segmentos religiosos

Por Tribuna

Compartilhar
 

Noé

A famosa história religiosa da arca de Noé chega aos cinemas de Juiz de Fora, nesta quinta-feira (3), envolta em polêmicas. Por tocar em um assunto delicado - a religião -, a trama dirigida por Darren Aronofsky desagradou alguns seguidores do catolicismo, judaísmo e do islamismo. Isso porque "Noé" traz uma versão não necessariamente fiel à contada nos livros sagrados, sendo considerada ofensiva por alguns praticantes dessas religiões. O ator Russell Crowe foi escolhido para viver nos cinemas o profeta Noé, que construiu a arca que viria a ter o seu nome. Na trama, ele vive com a esposa Naameh (Jennifer Connelly) e os filhos em uma terra desolada, onde os homens perseguem e matam uns aos outros. Descontente, Deus decide destruir o mundo por causa da perversidade humana, mas poupou Noé, o único homem justo da Terra em sua geração, mandando-lhe construir uma arca para salvar sua família e representantes de todos os animais, antes do dilúvio.

Devido às polêmicas religiosas, o filme chegou a ser proibido em alguns países do Oriente Médio. Para se livrar de outra controvérsia, a produção não utilizou animais vivos nas gravações. Todos foram criados por computador.

UCI 1: 14h, 16h50, 19h40 e 22h30. UCI 3 (3D): 19h10 e 22h. UCI 3 (3D/dub): 13h30 e 16h20. Cinemais Alameda 1: 13h30, 16h10, 18h50 e 21h30. Cinemais Alameda 5 (3D/dub): 14h e 19h20. Cinemais Alameda 5 (3D): 16h40 e 22h. Palace 1 (dub): 13h50, 16h20, 18h50 e 21h30. Santa Cruz 2 (dub): 15h45, 18h15 e 21h. Classificação: 14 anos.

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?