Publicidade

17 de Janeiro de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
"Criança tem cada uma", de Cláudio Ramos, retrata a realidade e o imaginário infantil
"Criança tem cada uma", de Cláudio Ramos, retrata a realidade e o imaginário infantil

As crianças também têm o seu espaço na 13ª Campanha de Popularização do Teatro e da Dança de Juiz de Fora. Neste fim de semana, a partir das 16h, três montagens juiz-foranas agitam o circuito da cidade. A primeira produção, escrita por Cláudio Ramos e dirigida por Guilherme Imbroise e Gabrielle Lagrotta, é "Criança tem cada uma", no sábado no teatro Pró-Música. A peça transita pelo real e o imaginário, sob a ótica de uma menina na fase dos "porquês". Os questionamentos da personagem fazem adultos voltarem a ser crianças. O elenco conta com os atores Guilherme Imbroise, Gabrielle Lagrotta, Luiza Vitoi, Camila Freitas e Thiago Cobucci.

No Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM), o Grupo Teatral Mis-en-Scène apresenta a adaptação de "A cigarra e a formiga", dirigida por Juan Senna. A peça narra a amizade entre uma formiga trabalhadora e uma cigarra aventureira que vive a cantar, porém uma joaninha quer estragar a relação das duas. A atriz e produtora Gabrielle Lagrotta incorpora a boneca Gabi Gabizoca, na montagem "As aventuras de Gabi Gabizoca", recheada de aventuras e brincadeiras, também no CCBM.

"Criança tem cada uma", sábado, às

16h, no Pró-Música (Avenida Rio

Branco 2329). "A cigarra e a formiga",

sábado e domingo, às 20h30, e "As aventuras de Gabi Gabizoca", sábado, às 16h, no CCBM (Avenida Getúlio Vargas 200)

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?