Publicidade

26 de Junho de 2014 - 18:26

Por Tribuna

Compartilhar
 

O procurador do Município e assessor jurídico do Procon de Juiz de Fora, Eduardo Floriano, declarou, na tarde desta quinta-feira (26), à Tribuna que o cantor Bell Marques, ex-integrante do Chiclete com Banana, está tentando agendar um novo show para compensar os transtornos ocorridos em janeiro, quando a apresentação marcada para o Parque de Exposições foi cancelada pelo Corpo de Bombeiros, devido à interdição da estrutura montada na ocasião para a realização do espetáculo. Segundo Floriano, o show para quem comprou o ingresso na época teria o objetivo de promover um acordo que encerre a ação civil pública movida contra ele pelo Procon e Ministério Público.

"Pedimos para ele enviar de forma oficial a proposta. Ainda não a temos fechada, concretizada. Se fizer o show, suspendemos o processo, o que não anula os processos individuais que já foram abertos. Até o último contato que tivemos, há cerca de duas semanas, ele estava negociando a estrutura para a apresentação, seja de palco, som, camarote. Quem comprou as entradas tem direito à mesma estrutura. Será necessário, porém, comprovar que adquiriu o ingresso, seja apresentando o tíquete ou um comprovante de compra, como extrato do cartão de crédito ou a aquisição pela internet, entre outras", explica o procurador. Ainda de acordo com ele, Bell desconhecia certos fatos referentes à organização do espetáculo e pediu os contatos de todos que participaram da montagem planejada para o evento. "Ele declarou que quer fazer o show em respeito aos fãs."

Enquanto o show não sai, os bens dos organizadores do show que não aconteceu seguem bloqueados pela Justiça, segundo Floriano. Ainda de acordo com ele, está sendo pesquisado se existem outros bens a serem bloqueados, como imóveis. "Os organizadores locais não falaram mais sobre um novo show", diz ele. Poucos dias após a confusão, chegou a ser levantada a hipótese de que o espetáculo fosse agendado para uma data próxima, o que não ocorreu - segundo a dupla organizadora - devido a problemas financeiros.

 

'Kids Fest'

Quanto às reclamações feitas por diversos pais devido à suposta desorganização da "Kids Fest", realizada no último dia 1º, Eduardo Floriano declarou que foram realizadas duas reuniões com a empresa responsável pelo evento, nos dias 10 e 16, e que foram apresentados diversos documentos a fim de comprovar que a estrutura seria suficiente para a festa. "Esse material está sendo analisado, vamos chamar as empresas que cederam os equipamentos para confirmar se a estrutura era realmente suficiente. Quanto às atrações anunciadas e ausentes no dia, a empresa argumenta que foram substituídas por outras", disse ele.

 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você escolhe seu candidato através de: