Publicidade

07 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Mostra de Cinema Francês exibe 'Baise moi' hoje no Mamm

Por Tribuna

Compartilhar
 

Depois de ser estuprada, uma jovem moradora de uma favela embarca numa discussão e mata seu próprio irmão. Seu destino se cruza com o de outra mulher, também marcada por um destino cruel: no passado, ela, que é prostituta, deu cabo na vida de seu companheiro dentro de um quarto. As duas se encontram por acaso e decidem seguir numa viagem, que aliará sexo selvagem e violência. Juntas, elas celebrarão todos os limites, descontando sobre a sociedade a fúria resultante de uma série acumulada de abusos. Dirigida por Virginie Despentes e Coraline Trinh Thi, a dramática história de "Baise moi" será exibida nesta sexta, às 16h, no Museu de Arte Murilo Mendes, com entrada gratuita.

Com elenco formado por nomes como Lisa Marshall, Raffaëlla Anderson, Delphine MacCarty, Karen Bach, Karen Lancaume e Estelle Isaac, a atração é direcionada a maiores de 18 anos. Lançado em 2000, o longa chamou atenção, tendo sua exibição proibida na Malásia, na Cingapura e na França, país de origem, por causa das fortes cenas. A polêmica passa já pela tradução do nome: em português, o título que narra as loucuras das anti-heroínas Manu e Nadine pode ser lido por "Estupra-me". Segundo a crítica, a premissa do filme não deixa nada a dever a produções de Tarantino ou Robert Rodriguez. A trama é uma adaptação de uma obra de Virginie para a telona.

A Mostra de Cinema Francês é promovida pela Faculdade de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora. De acordo com a organização, " a meta é trazer a cultura francesa a partir da perspectiva do olhar feminino e, por se desvencilhar da presença majoritária de homens na produção cinematográfica, quebrar com o estereótipo que cerca os filmes franceses". O filme tem duração de 90 minutos.

EXIBIÇÃO DE "Baise Moi"

Hoje, às 16h

Mamm

(Rua Benjamin Constant 790)

3229-7650

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?