Publicidade

17 de Janeiro de 2014 - 20:58

Por Tribuna

Compartilhar
 
Décio Bracher era viúvo e deixou dois filhos
Décio Bracher era viúvo e deixou dois filhos

Morreu nesta sexta-feira (17), aos 81 anos, o artista plástico Décio Bracher. Segundo o irmão do pintor, Carlos Bracher, ele atravessava um quadro de infecção nos rins, além de ser diabético e ter problemas cardíacos e de circulação. A morte aconteceu em casa, em Juiz de Fora, por volta das 20h. "Décio ficou muito abalado com a morte da nossa irmã Nívea (em 9 de dezembro), chegando a desenvolver depressão", contou Carlos. 

Mineiro de Belo Horizonte, Décio mudou-se para Juiz de Fora em 1940. Estudou no Granbery e fez cursos na Sociedade de Belas Artes Antônio Parreiras. Ele era viúvo e deixou dois filhos. O corpo foi sepultado no Cemitério Parque da Saudade.
Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?