Publicidade

05 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Vamos fazer compras

Por MAYNA DE AQUINO Turismóloga

Compartilhar
 
Mayna em Rivera, na divisa do Uruguai com o Brasil
Mayna em Rivera, na divisa do Uruguai com o Brasil

Ao contrário de toda lógica de viagens de férias, eu não fui para a praia... E também não fui para serra. Não viajei pelo Brasil, mas, tão pouco, estive fora dele! Você deve estar curioso para saber onde fica este lugar, cheio de brasileiros, mas, que não é no Brasil. Imagine que este lugar fica a mais de 2.000km de Juiz de Fora, e muitos brasileiros vão até lá para fazer compras.

Capriche no seu espanhol, nós vamos para Rivera, na divisa do Brasil com o Uruguai, no extremo do estado do Rio Grande do Sul.

Para muitas pessoas, deve ser difícil mentalizar um lugar em que você atravessa a rua e não está mais no Brasil e não se fala mais o português. Rivera é assim. A última cidade do Brasil que faz divisa com Santana do Livramento (RS). As duas cidades são "coladas" uma na outra e divididas por apenas uma extensa avenida que a população local chama de linha, onde tem a Praça Internacional que é um marco divisório imaginário. É possível, sim, estar em dois países ao mesmo tempo.

O comércio das duas cidades é muito forte. Santana, com suas lojas populares e, Rivera, com três ruas repletas de free shops. Existem free shops de tudo, queijos, vinhos, roupas, perfumes, eletrônicos etc.. Os preços são tentadores, e as promoções para compras em grande quantidades trazem muitos brasileiros interessados em revender produtos de outlets e marcas internacionais famosas.

Outro atração são os cassinos. No Uruguai, é permitida a pratica de jogos de azar, e as casas são até administrados pelo governo com incentivo de empresas privadas. Muitas delas funcionam 24 horas, mas não é autorizado tirar fotos no seu interior.

As praças merecem um destaque à parte. Lindas e preservadas, são um lugar de convivência. Elas roubam a cena, com balé de águas dançantes e teatro ao ar livre. Destaque para as praças Artigas e Flores, ambas, na Avenida Sarandí.

As Escaleiras de Marconi são uma subida um pouco cansativa, mas quem está preparado fisicamente pode apreciar a vista de 360° da cidade de Rivera. Na subida, há uma bela fonte com água pura e a impressão de artes populares nos degraus. Por fim, os Lagos Del Norte são uma sensação. É uma grande lagoa no meio de um bosque em que muitos turistas vão tomar chimarrão no fim da tarde, alguns possuem casa de veraneio.

A culinária é basicamente "parrillada", que é semelhante ao churrasco. No início de outubro de 2013, fui visitar uma amiga que morava lá e a viagem mudou a minha vida. Conheci o Fernando Martins Angelini, meu noivo, e em breve estamos voltando para viver lá!

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?