Publicidade

12 de Fevereiro de 2014 - 07:00

A Nova York da ficção

Por LUIZ GUILHERME CASTRO, PROFESSOR DE INGLÊS

Compartilhar
 
Luiz Guilherme em frente ao prédio do seriado "Friends", no Greenwich Village
Luiz Guilherme em frente ao prédio do seriado "Friends", no Greenwich Village

Nova York é um dos três principais destinos dos brasileiros que viajam ao exterior. Então, quis fazer uma viagem que fugisse um pouco do famoso trio "Quinta Avenida-Central Park-Times Square". Passamos 15 dias na Big Apple, mas aproveitando o máximo que a ilha de Manhattan tem a oferecer a pé.

Como somos aficionados por seriados americanos, tínhamos uma ideia: Visitar o máximo de locais na cidade que tivessem servido de locação para seriados e filmes que gostamos. Alguns exemplos: o prédio de "Friends", a casa de "The Nanny", "Will & Grace", "Seinfeld", "Sex and the city", "30 rock"... e por aí vai. De qualquer forma, o tempo nunca seria suficiente, então nos preparamos. Munidos de um celular com chip local para ter acesso à internet sempre que possível, e constantemente tirando dúvidas com o Google, partimos na nossa missão.

O plano era ir a esses lugares para sentirmos, mesmo que um pouco, a atmosfera que inspirou os criadores, entrar, mesmo que por alguns minutos, naquele mundo. Será que o personagem tal passava por aqui ao ir para o trabalho? Será que tomavam um café ali? E aquela academia, será que malhavam lá?

A joia da coroa era o prédio da comédia "Friends" (1994-2004), que embalou minha adolescência e início da vida adulta. Ele fica na esquina das ruas Bedford e Grove, no bairro de Greenwich Village, sul da ilha de Manhattan (relativamente perto das antigas torres gêmeas). Uma vizinhança "cult" e muito calma. Por alguns minutos, é fácil esquecer que estamos no centro frenético da cidade de Nova York. Para quem não sabe, ali moravam Monica, Chandler, Joey, Phoebe e Rachel (as duas por um período), e Ross (também por alguns episódios), personagens do seriado. O famoso "Central Perk", café onde eles sempre se encontravam, teoricamente ficaria embaixo do famoso prédio, mas ele não existe. Tanto o interior quanto o exterior eram filmados do outro lado do país, na Califórnia. No dia em que fomos, só vimos um outro casal tirando fotos no mesmo local, mas dizem que costuma ficar bem cheio de fãs-turistas.

Recomendamos demais esta alternativa de passeio. É uma forma de explorar a cidade, sem se perder demais nos pontos turísticos; é entrar no dia a dia dos nova-iorquinos. Se estiverem com um smartphone na mão e uma ideia na cabeça, só me resta desejar-lhes uma boa viagem!

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?