Publicidade

14 de Maio de 2014 - 06:00

Sonho americano

Por VICTOR SOARES, Ator

Compartilhar
 
Victor em frente à escultura do feijão metálico, no Millenium Park
Victor em frente à escultura do feijão metálico, no Millenium Park

Este ano, participando do Chicago Improv Festival, fizemos nossa primeira apresentação no exterior. Antes da viagem para Chicago, Estados Unidos, estávamos todos preocupados com a entrada no país, pois um de nossos membros, Leandro Allves, teve o visto negado, e fomos avisados que precisaríamos do visto P (visto para artistas), sendo que tínhamos o visto B1, B2 (turismo e negócios). Mas tudo correu bem e conseguimos chegar ao destino sem problemas.

Chegando a Chicago, fomos recebidos muito bem na casa da nossa anfitriã Chrissi Hartigan, que vive no bairro de Loyola, uma região na beira do Lago Michigan, muito tranquila, o típico bairro americano de classe média.

Na primeira noite, fomos convidados a participar de um "jam" (um tipo de jogo onde todos participam) com alguns americanos e os italianos no teatro One Mind Group. Eu fui o único do meu grupo que participou, pois fui o primeiro a chegar.

Durante a semana, nos apresentamos sete vezes. O melhor show, definitivamente, foi no ComedySportz, o "One world one stage", onde nos apresentamos com todos os jogadores internacionais e alguns americanos. Atores de países como Itália, Filipinas, Suíça, Polônia, Hawaii (que é um estado americano, na verdade) e Nova Zelândia trabalhando juntos para criar cenas incríveis. Uma experiência maravilhosa.

Tivemos um certo tempo para turismo, mas sempre contado no relógio, pois todas as noites tínhamos shows para apresentar e assistir e logo depois a "after party", no Stage 773. Visitamos lugares como o Lago Michigan e o Navy Pier, que é visitado por milhões de pessoas devido à variedade de atividades e suas incomparáveis vistas panorâmicas da cidade. O local conta com parque de diversões, com destaque para a roda gigante de 46 metros e o carrossel.

Também vale a pena visitar a Willis Tower, anteriormente conhecida como Sears Tower (um dos arranha-céus mais altos do mundo, com 442m), o John Hancock Building (que tem 344m), o feijão metálico do Millenium Park (que brincamos ser o único feijão da cidade), o Chicago Theatre, entre outros. E é claro, experimentamos a típica comida americana - a porcaria mais gostosa que já comemos.

Depois de dez dias em Chicago, o grupo agora se prepara para a próxima aventura, Boston, Kansas City e Hawaii, em setembro. Que venha o próximo desafio.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?