Publicidade

06 de Julho de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Inspirado por Câmara Cascudo, o grupo coletivo discute o preconceito social e o amor
Inspirado por Câmara Cascudo, o grupo coletivo discute o preconceito social e o amor

Inspirado no conto "A princesa adivinhona", do livro "Contos tradicionais", de Luís da Câmara Cascudo, o grupo Coletivo Peneira apresenta o espetáculo "Urucuia grande sertão". A sessão única em Juiz de Fora acontece neste domingo, às 16h, no Teatro Solar, dentro da programação do "Diversão em cena". Em um reino distante no sertão brasileiro, um rei viúvo e solitário determina que seu fiel servo arrume um rapaz para desposar a jovem princesa. Após o anúncio, surgem muitos pretendentes, e o patriarca passa a nutrir um fio de esperança. O problema é que a nobre se julga a mais inteligente do império. Para ela, nenhum homem é capaz de satisfazê-la intelectualmente. No palco, a trupe coloca em pauta preconceito social e amor. Viabilizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o projeto é desenvolvido na cidade pela ArcelorMittal pelo quarto ano consecutivo. Os ingressos são distribuídos na bilheteria da casa com uma hora de antecedência. Classificação: crianças a partir dos 5 anos.

 

 

URUCUIA GRANDE SERTÃO. Hoje, às 16h, no Teatro Solar (Av. Presidente Itamar Franco 2.104). Entrada gratuita

 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?