Publicidade

05 de Julho de 2014 - 06:00

12ª edição do Festival Vale do Café começa nesta segunda-feira; Ouro Preto e Mariana realizam Festival de Inverno

Por JÚLIO BLACK

Compartilhar
 
Turíbio Santos é um dos artistas que vão homenagear Caymmi no Festival Vale do Café (RJ)
Turíbio Santos é um dos artistas que vão homenagear Caymmi no Festival Vale do Café (RJ)
Dorival Caymmi ganha escultura na Fazenda Florença, que abriga atrações do evento fluminense
Dorival Caymmi ganha escultura na Fazenda Florença, que abriga atrações do evento fluminense
Juliana Cortes e Trio se apresentam hoje em Mariana (MG), dentro do Festival de Inverno
Juliana Cortes e Trio se apresentam hoje em Mariana (MG), dentro do Festival de Inverno

A festa é no interior do Rio de Janeiro, mas a inspiração vem da Bahia. Chegando a sua 12ª edição, o Festival Vale do Café começa nesta segunda-feira e prossegue até o dia 27 em 14 cidades do Centro-Sul do Rio de Janeiro, entre elas Vassouras, Valença, Barra do Piraí, Barra Mansa e Volta Redonda, com homenagens ao centenário de nascimento do cantor e compositor baiano Dorival Caymmi (1914-2008). Já em Minas Gerais, teve início ontem o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, que se encerra no dia 20.

O Festival Vale do Café já recebeu mais de 830 mil pessoas nas edições anteriores, segundo a organização do evento, e segue com a proposta de espalhar as atrações pelas cidades da região, seja em praças, fazendas, casarões ou igrejas. Entre os artistas convidados, estão Nicolas Krassik, Mauro Senise, Joanna, Cristina Braga e a Orquestra Brasileira de Choro, abrindo espaço para bossa nova, música clássica, MPB em geral, jazz e até mesmo os musicais da Broadway. O principal destaque fica para as homenagens a Caymmi: a cantora Fafá de Belém será a solista da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa nas apresentações em Barra Mansa, Piraí e Resende (nos dias 22, 23 e 25, respectivamente), interpretando canções como "Só louco" e "Suíte dos pescadores".

O célebre baiano também será homenageado no dia 26 por Gilson Peranzzetta e Mauro Senise em Rio das Flores, quando também será lembrado o centenário do maestro Guerra-Peixe, e por Rosenete Ebeerhardt e Marcus Llerena, que apresentarão em Barra do Piraí (dia 27) o show "De Mozart a Dorival Caymmi". Diretor do festival desde sua primeira edição, o violonista Turíbio Santos é outro a homenagear Caymmi, apresentando-se no dia 25, em Rio das Flores, ao lado de amigos. Ele também fará outro show no distrito de Visconde de Mauá, em Resende, no dia 14, onde vai interpretar obras de Villa-Lobos, Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro.

Para o músico, que chegou a Vassouras na quinta-feira para acertar os últimos detalhes do evento, o charme são os concertos nas fazendas - assim como as homenagens que são feitas todos os anos, dependendo da efeméride. Ele conta, ainda, ter se encantado por Vassouras quando foi convidado por Cristina Braga, uma das idealizadoras do festival, para assumir a direção artística. "Vimos aumentar o número de cidades, atrações e público durante todos estes anos. Mesmo que o número de espectadores não possa aumentar devido às limitações de espaço dos locais dos shows, sempre vamos buscar melhorar as qualidades dos espetáculos", diz ele.

O Festival Vale do Café não se resume, porém, aos shows. Estão agendadas palestras e aulas gratuitas de música para cerca de 350 alunos - a maioria de crianças e adolescentes, também sob direção de Turíbio. Pelo menos 200 deles terão bolsa integral, com hospedagem e alimentação gratuitas. "As aulas foram incluídas na programação durante o crescimento do festival. Muitos desses alunos já tocam no evento, e o convívio com os professores é um estímulo para eles", destaca o violonista, que também vai promover o lançamento de sua autobiografia, "Caminhos, encruzilhadas e mistérios", com uma noite de autógrafos no próximo dia 25, às 19h, no Mara Palace Hotel, em Vassouras.

Lançamento de livros e apresentações de dança e teatro também integram a programação paralela do festival, que ainda conta com degustação de cachaças e cafés especiais. Doze fazendas do Vale do Café vão abrir suas portas para o público, entre elas a São Luiz da Boa Sorte, em Vassouras. No local, a partir do dia 19, terão início a Mostra de Mobiliário do Século XIX e a Mostra de Arte Contemporânea, com obras de 13 artistas confeccionadas no local. Além disso, haverá a Mostra de Gastronomia, com a presença de seis chefs. A programação completa do Festival Vale do Café pode ser vista em: www.festivalvaledocafe.com.

 

 

Música e muito mais no Festival de Inverno

Realizado desde 1967, o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana - Fórum das Artes acontece nas duas cidades até o dia 20, com shows, exposições, teatro, espetáculos de dança, mostra de cinema, oficinas e atrações infantis. Em Mariana, o evento começa hoje, com a inauguração da mostra "Inspirações do barroco mineiro". Mais tarde, às 22h, será a vez de a cantora Juliana Cortes e seu trio realizarem show na Praça da Sé. Entre as demais atrações musicais do festival, destacam-se Renato Borguetti Quarteto (dia 12), Duo Qattus (dias 16 e 17) e Orquestra Filarmônica de Minas Gerais (dia 19). Programação completa em: www.festivaldeinverno.ufop.br/2014/programacao.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?