Publicidade

01 de Março de 2014 - 06:00

Blocos reúnem juiz-foranos de hoje a terça, da Cidade Alta ao Santa Paula, do Grajaú ao Floresta

Por Tribuna

Compartilhar
 

Quem acha que o carnaval de Juiz de Fora termina hoje com o tradicional cortejo da Banda Daki no Centro, está enganado. A programação continua até a terça-feira de carnaval. Quatorze blocos devem desfilar com muita animação e alegria por ruas de diversos bairros da cidade. Enquanto uns apenas concentram, outros aproveitam para botar o bloco na rua até o fim do feriado, como é o caso dos blocos Cidade Alta, do Boi, Xicleteiros, da Cuca e Vai Quem Quer, que saem domingo, segunda e terça.

Dois blocos se concentram hoje: Samba e Swing Baiano, às 16h, na Rua Ambrósio Braga (Granbery), e do Verdão, às 19h, na Rua Torcilho Barbosa de Albuquerque (Teixeiras). Na Rua Olívia Moreira, Bela Aurora, o Bloco Vira Copo e Tira Gosto se reúne hoje, às 14h, e desfila pelo bairro às 18h.

Outros seis optaram por sair apenas em um dos três dias do carnaval, como o Bloco Ninho de Urubu, que se concentra neste domingo, a partir do meio-dia, na Rua Duarte de Abreu, Bairro Mariano Procópio. A bateria do Unidos do Ladeira agita os mais de 300 foliões que irão acompanhar o bloco durante o desfile pelas avenidas Rui Barbosa e Brasil, entoando o enredo "O pandeiro na mão e a bola no pé". O coordenador do bloco, Nelson Lima, explica que a origem do nome é uma homenagem ao Flamengo. Esta é a quarta vez que o bloco desfila.

Também no domingo, o Bloco da Latinha se concentra, a partir das 15h, na Praça Matriz Joaquim Felício, no Bairro Santa Paula. Um carro de som anima o público durante o cortejo por ruas do bairro. Pelas ruas do Santa Efigênia, a partir das 18h, o Bloco Unidos do Ripi Rapi faz a festa amanhã ao som da bateria do bloco. Os 80 músicos prometem cair no samba "Bonde chapa quente, 10 anos de folia".

Do outro lado da cidade, o Bloco das Virgens do Grajaú se concentra na Rua Augusto Alves, a partir das 15h, também amanhã. Já no Floresta, o bloco do bairro sai, às 17h, da Alameda Mundo Novo até a Rua Coronel Assis. No mesmo bairro e local, porém na segunda-feira, o Grêmio Recreativo e Comunitário Bafo da Onça se concentra às 20h.

Botar o bloco na rua apenas um dia não compensa para esta turma. Na Cidade Alta, por exemplo, a folia acontece durante os quatro dias - sábado, domingo, segunda e terça -, a partir das 15h, quando o bloco homônimo se concentra na Rua Virgulino João da Silva. No Santa Luzia, tem carnaval todos os dias na Praça Geraldo Pelzers, a partir das 18h.

No Jardim Esperança, a festa do Bloco Xicleteiros também começa hoje e só termina na terça-feira, conforme explicou seu coordenador, João Luiz dos Anjos. Ele conta que o nome do bloco não está ligado ao Chiclete com Banana, mas a seu apelido quando criança: "Xiclete". "São meus amigos, e temos nos reunido nos últimos quatro anos." Com o tema "Brincando com os Xicleteiros", a bateria do bloco leva alegria pelas ruas do bairro. Às 18h, a turma se concentra na Rua Alberto Guedes.

Saindo no domingo e na terça-feira de carnaval, na Praça Maria Elídia, no São Benedito, a partir das 18h, o Bloco Vai Quem Quer sobe e desce a Rua Gilberto Costa, em companhia de bateria e carro de som. Já o Bloco Unidos da Cuca, no Bairro Filgueiras, se concentra na segunda e terça, às 15h, na João Carlos da Fonseca. No Dom Bosco, o Bloco do Boi é animado pela bateria da agremiação, de domingo a terça, na Rua Silvério da Silveira.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você confia nas pesquisas eleitorais?