Publicidade

13 de Janeiro de 2014 - 11:30

Por Bárbara Riolino

Compartilhar
 
Claudiana Cristina Rosa, do Bloco do Batom
Claudiana Cristina Rosa, do Bloco do Batom
Ronaldo Golfinho Simplício, da Unidos do Ladeira
Ronaldo Golfinho Simplício, da Unidos do Ladeira

Atualizada às 18h59

"Sempre fui apaixonada pelo carnaval, mas, por não ter altura e porte das mulheres deste meio, jamais imaginei poder me tornar rainha", disse Claudiana Cristina Rosa, 22 anos, vencedora do concurso da Rainha do Carnaval de Juiz de Fora, realizado na noite de sábado, na quadra da Escola de Samba Turunas do Riachuelo. Representando o Bloco do Batom, Claudiana, que mede 1,52m de altura e é conhecida como "bonequinha", foi grandiosa com seu samba, adereços e fantasia, conquistando os jurados e desbancando as outras 11 concorrentes que disputaram o título. "Fui a rainha mais baixa eleita pelo concurso. Posso dizer que houve uma quebra de tabus, pois as outras meninas tinham o perfil mais esperado", comenta. 

Participando pela segunda vez do concurso, Claudiana conta que a preparação foi simples, levando à risca uma dieta leve atrelada à corrida, atividade física que pratica com mais frequência. Para conseguir o resultado, ela precisou se desdobrar, pois divide seu tempo entre o salão de beleza, onde atua como cabeleireira, a filha de 5 anos e o namorado. "Os dois sempre me apoiaram bastante, o que me motivou a não desistir." 

A rainha de 2014 também contou com o trabalho da produtora de beleza Daniella Carraro, que a auxiliou com cabelo, maquiagem e fantasia. 

Na opinião do diretor de comunicação da Liga Independente das Escolas de Samba de Juiz de Fora (Liesjuf), Fernando Luiz Baldioti, a eleita deu um banho de graciosidade e domínio na passarela. "Claudiana é de uma beleza natural, estava muito segura e alegre durante a disputa, o que a ajudou a conquistar o público e os jurados." 

O rei Momo escolhido pelos jurados, Ronaldo Golfinho Simplício, da Unidos do Ladeira, também apresentou outra surpresa: foi o primeiro negro a ocupar o posto no carnaval da cidade. "Entre os candidatos, ele teve a melhor performance e samba", destaca Baldioti.

Além do rei e da rainha, compõem a corte carnavalesca de Juiz de Fora a primeira princesa Ana Cristina Rabelo (Partido do Alto) e a segunda princesa Isabela de Souza Lima (Unidos do Ladeira).  A premiação também elegeu o melhor traje para a representante do Vale do Paraibuna, Scarlete dos Santos Mendes, e a miss simpatia, Renata dos Santos (Real Grandeza).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da liberação da maconha para uso medicinal?