Publicidade

20 de Fevereiro de 2014 - 06:00

Corredor da Folia começa hoje, inaugurando programação carnavalesca da cidade com shows, blocos e bailes

Por JÚLIA PESSÔA

Compartilhar
 
Cariocas do Bangalafumenga abrem a festa no Alto dos Passos
Cariocas do Bangalafumenga abrem a festa no Alto dos Passos

Para os juiz-foranos que possuem, como versaram os Novos Baianos, "carne de carnaval e coração igual", a ansiedade da espera pelo toque dos tamborins, banhos de confete e, principalmente, por música contagiante e de qualidade será abreviada. Começa hoje a quarta edição do Corredor da Folia, consolidando o evento que vem contribuindo para o resgate do carnaval de rua de Juiz de Fora. Neste ano, a maior novidade é que os desfiles das escolas de samba não acontecerão durante os dias do feriado de Momo, mas farão parte da programação do Corredor, sendo realizados neste fim de semana.

Na noite de abertura, um dos destaques da programação é o show dos cariocas do Bangalafumenga no Alto dos Passos, hoje, às 20h, com abertura da banda local Samba D'Loko, às 18h30 (ver quadro). Com mais de dez anos de folia, o bloco Bangalafumenga surgiu nas ruas da Zona Sul do Rio e foi ganhando espaço até culminar na formação de uma banda, que faz apresentações durante o ano todo com formação reduzida, além de ter oficinas de tambores e percussão. Os integrantes garantem, entretanto, que o "Banga" não perdeu a essência "vira-lata": mantendo a espontaneidade e a animação que o consagrou.

No repertório, canções como "Mãe-d'água", "Brother" e "Barraco dourado", assinadas por seu líder e principal compositor, Rodrigo Maranhão, representam o trabalho autoral do grupo e já foram gravadas por intérpretes como Fernanda Abreu, Zélia Duncan e Maria Rita. "Caminho das águas", gravada pela filha de Elis, Maria Rita, deu a Rodrigo o Grammy Latino de melhor canção brasileira de 2006. Às canções próprias misturam-se as músicas de nomes da nova safra da MPB, como Pedro Luís (o da Parede); além de clássicos do gênero assinados por Gilberto Gil, Lenine, Alceu Valença e outros.

Representando a voz local na folia, Alessandra Crispin faz show na Praça Alfredo Lage, no Manoel Honório, a partir das 19h30. Para a cantora, que estreia nova banda e como cantora solo nesta edição do Corredor, o evento teve um papel fundamental para que as pessoas redescobrissem o potencial carnavalesco da cidade. "Além disso, é o momento de toar samba quando todos estão esperando muito por isso, o que é muito gratificante", diz ela, que prepara repertório que terá, invariavelmente, "A ordem é samba", de Jackson do Pandeiro, que a consagrou na última edição de "The voice Brasil", com sua inconfundível "cuíca vocal". "Também vamos tocar um pouco de MPB, rock, mas tudo muito animado", promete a artista.

Hoje à noite, também acontece o desfile do Bloco das Barbies, às 19h, saindo do Parque Halfeld para a Praça Antônio Carlos. Ligada ao Movimento Gay de Minas (MGM), a agremiação, que já tem três anos, busca, de forma alegre e bem-humorada, combater a homofobia e promover a tolerância. Apesar da concentração de atrações à noite, os festejos carnavalescos começam pela manhã, às 10h, com o desfile do Unidos pela Vida, da Fundação Hemominas, com concentração no Parque Halfeld, descendo pelo Calçadão. O bloco visa a incentivar a doação de sangue e desfila pelo quinto ano.

A programação do Corredor da Folia vai até o sábado, dia 1º de março, com o desfile da Banda Daki, que tradicionalmente abria os festejos e agora faz o encerramento a partir das 10h na Avenida dos Andradas. Amanhã, o destaque fica com o desfile das agremiações mirins às 18h, no Parque Halfed. Na Praça Antônio Carlos, os Bacharéis do Samba fazem show às 18h30, seguidos pela bateria do Império Serrano às 20h30.

Neste sábado, tem desfile das Domésticas de Luxo, às 11h, no Centro, e desfile das escolas de samba dos grupos C e A e do Afoxé Filhos de Oyá, na Passarela do Samba, à noite. No Alto dos Passos, o Come Quieto desfila homenageando Ministrinho, com concentração a partir do meio-dia. Para quem quiser fugir dos ritmos carnavalescos, a pedida é o Rock Folia no CCBM.

No domingo, o Parangolé Valvulado comanda a festa no Largo do Riachuelo a partir das 14h, apresentando um samba-enredo sobre o brega e seus ícones. Na Passarela do Samba, desfilam as escolas do grupo B e Afoxé Niza Nganga Njungo. A programação vira a semana, com a batalha de confetes no dia 24, às 18h, e show de Carlos Fernando Cunha e Roger Resende na Praça Antônio Carlos. Na semana que vem, a cidade receberá, ainda, Sururu na Roda, Casuarina e Demônios da Garoa.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?