Publicidade

31 de Janeiro de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Pedro Paiva faz discotecagem com música afro-brasileira
Pedro Paiva faz discotecagem com música afro-brasileira

Rainha do mar, Janaína, Inaê, Iara, Sereia, Princesa de Aiocá e tantos outros nomes. Celebrada no dia 2 de fevereiro, Yemanjá (ou Iemanjá) é um dos orixás de origem africana mais conhecidos e louvados no Brasil, sobretudo em Salvador e no Rio de Janeiro, onde a divindade recebe milhares de oferendas lançadas ao mar por fiéis. Antecipando os festejos, o Soocial Bar recebe amanhã a festa de discotecagem Vinil é Arte "Pra saudar Yemanjá", que celebra o encontro entre a música afro-brasileira e o tempero cultural africano na música de países como Jamaica, Angola, Cabo Verde, México e Colômbia. Pesquisador musical e DJ do coletivo Vinil é Arte, Pedro Paiva fará a trilha da noite com samba, Carimbó, salsa, lundun, maracatu, cumbia, afrobeat, cirandas, xaxados, grooves reggaes e outras "africanidades" 100% executadas em vinil.

Vinil é Arte "Pra saudar Yemanjá", amanhã, às 21h, no Soocial Bar (Rua Padre Café 486 - São Mateus)

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?