Publicidade

09 de Março de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Pelas mãos da artista Valéria Rosa, Maria do Calçadão, morta em fevereiro, é retratada em papel machê
Pelas mãos da artista Valéria Rosa, Maria do Calçadão, morta em fevereiro, é retratada em papel machê

Pelas mãos da artesã Anísia Lima de Souza, de Turmalina, no Jequitinhonha de Minas Gerais, as mulheres são altivas e sóbrias. Produzidas em cerâmica, as esculturas não se assemelham às figuras simples do artesanato de Caruaru, que representam mulheres no tear ou clinicando como dentista. Se aproximam um pouco da mulher sentada em um cavalo feita também em cerâmica e oriunda de Portugal. Essa e muitas outras peças estão reunidas pelo olhar sobre o feminino, sobre o papel da mulher na sociedade, até o dia 28 de março, no Museu de Cultura Popular. De Juiz de Fora, a artista Valéria Rosa integra a mostra "Representação do feminino", reproduzindo a já lendária Maria do Calçadão, que morreu no último dia 14. Cheia de cores vibrantes e contrastantes, a personagem feita em papel machê se porta ao lado de sua bolsa com um novelo de lã, tricotando - ação que lhe tomava muitas horas.

REPRESENTAÇÃO DO FEMININO Até 28 de março, de

segunda a sexta, das 14h às

18h, no Forum da Cultura

(Rua Santo Antônio 1.112)

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?