Publicidade

13 de Junho de 2014 - 06:00

Festival de Cultura Japonesa invade a Praça Antônio Carlos neste sábado

Por MARISA LOURTES Repórter

Compartilhar
 
O grupo Kaminari Taiko, de Valença/RJ, fará uma apresentação com tambores japoneses
O grupo Kaminari Taiko, de Valença/RJ, fará uma apresentação com tambores japoneses

Até bem pouco tempo restrita a locais fechados em Juiz de Fora, a cultura nipônica invade o espaço aberto neste sábado no I Japão Matsuri - Festival de Cultura Japonesa. Das 10h às 19h, a Praça Antônio Carlos será deles: dos cosplays (geralmente jovens que se vestem de personagens, como animes, mangás e comics) e das Lolitas (meninas vestidas como as garotinhas da era vitoriana). Rendas, bordados, sapatinhos com salto de boneca, cílios postiços enormes e cachinhos nos cabelos ajudam as garotas a conquistarem o visual doce e inocente. "O que existe aqui na cidade são amigos e amigas que, às vezes, se caracterizam e vão para o shopping e café, por exemplo, ou participam de encontros pequenos. Para os festivais, vão pessoas de todo lugar", comenta Priscila Montini, da Tsuru, empresa responsável pelo evento.

As atrações selecionadas para o dia vão de cultural ao pop. A programação começa com o grupo Kaminari Taiko. A trupe de percussão de Valença/RJ, que tem apoio da Associação Japonesa daquela cidade, fará uma performance com tambores japoneses e ministrará workshop. Também haverá apresentação de artes marciais, barraca de culinária típica, oficinas de arranjos florais, estandes e concurso de cosplay. Quem quiser participar pode fazer a inscrição no local até as 14h. Às 15h, começa o desfile. Uma banca de jurados selecionará o concorrente que estiver mais próximo da perfeição. "O pessoal tem bastante curiosidade de saber mais sobre a cultura japonesa. Existem aqueles que gostam da tradição e aqueles que gostam da parte pop."

De acordo com Priscila, Juiz de Fora precisava se render ao Japão Matsuri, já que o evento acontece de duas a três vezes ao ano em várias cidades brasileiras. "No dia 18 de junho é comemorado o aniversário da imigração japonesa aqui no país, por isso escolhemos essa data. Levando para um espaço aberto, o público passa a saber que existe, e o festival passa a ser anual", ressalta ela, destacando,ainda, ser uma oportunidade de adquirir produtos só disponíveis pela internet. "A gente se diverte e compra coisas que não encontramos na cidade".

A Tsuru foi criada em 2013 por ex-integrantes de outros extintos grupos dedicados à organização de eventos japoneses. "Continuamos para não deixar acabar. Todo mundo é fã. É uma atitude nossa corajosa e pioneira."

 

JAPÃO MATSURI

Festival de Cultura Japonesa

 

Neste sábado, das 10h às 19h

 

Praça Antônio Carlos

 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você escolhe seu candidato através de: