Publicidade

06 de Abril de 2014 - 06:00

Filé de peixe, com acompanhamentos de diferentes texturas, é opção refrescante

Por JÚLIA PESSÔA

Compartilhar
 

 

Daqui a pouco, como é de costume no clima juiz-forano, os dias e noites mais quentes darão lugar a temperaturas mais amenas, marcando de vez a chegada do outono na cidade - se bem que, como reza a teoria das quatro estações do ano em um dia, podemos ter visitas do calor a qualquer época do ano. A receita deste domingo, filé de peixe com purê de funcho, crocante de bifum picante e cenouras caramelizadas, obra do chef Fred Mendes, do Til Cozinha Contemporânea, vem para possibilitar uma despedida em grande estilo dos dias em que os termômetros estiveram nas alturas.

"O purê tem este frescor do funcho, e o peixe cozido também é bem leve, podendo ser uma opção de almoço ou jantar", destaca Fred, explicando que o funcho também é conhecido como erva-doce ou endro, e, muitas vezes, é um tanto renegado na gastronomia. "Ele é pouco usado, mas dá um toque super legal em refogados, na preparação do caldo de legumes ou como aromatizante, como nesta receita. Tem um sabor e um aroma adocicados, bem marcantes", explica o chef.

Para ele, o trunfo do prato é a preparação do purê, muitas vezes considerado um acompanhamento fácil de fazer, mas que exige atenção ao ponto certo e que o cozinheiro mexa constantemente, para que fique lisinho como deve ser. Segundo Fred, ele deve ser a primeira coisa a ser feita no preparo desta refeição. "Tem que cozinhar a batata direito, passar muito bem pelo espremedor e ir jogando leite aromatizado bem aos poucos, para que não fique com pedaços de batata. O bifum deve ser feito em seguida, e o peixe por último, porque é rápido e cada um faz do seu jeito, uns gostam mais cozido, outros menos... A grande sacada desta receita é um bom purê", garante.

Sobre a escolha do tipo de peixe branco, Fred sugere robalo, dourado pescada amarela, mas garante que o mais importante é que o peixe esteja fresco. "Não pode ser congelado de forma alguma. A variedade importa pouco, o ideal é que esteja o mais fresco possível e com um custo-benefício interessante para quem for comprar." Outra dica interessante do chef é que, comprando 300g de filé de peixe em vez de 200g, a receita pode ser feita para duas pessoas. "A quantidade de acompanhamentos pode ser dividida entre duas pessoas e ainda assim o prato ficará bem servido", garante ele.

 

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da liberação da maconha para uso medicinal?