Publicidade

18 de Maio de 2014 - 06:00

Por JÚLIA PESSÔA

Compartilhar
 

Sabor das montanhas

Com o inverno se aproximando e as temperaturas em queda, a região montanhosa onde fica Visconde de Mauá, distrito de Resende (RJ), em plena Serra da Mantiqueira, ganha ainda mais charme e atenção dos turistas. Famosa por suas cachoeiras e vales, prato cheio para o ecoturismo, a região também é um polo hoteleiro e gastronômico, parte deles especializada em trutas e receitas à base de pinhão, dois produtos típicos nas mesas locais.

O mês de maio inteiro será dedicado ao pinhão, em eventos que incluem a Festa do Pinhão, com atividades diversas e um concurso gastronômico, que teve em 2014 sua 22ª edição e será encerrado hoje, com o anúncio dos pratos vencedores (entrada, principal e sobremesa). Anualmente, o evento reúne grandes chefs do país e tem como objetivo desafiar os cozinheiros da região a elaborarem pratos com o fruto da Araucária, árvore comum nos arredores. Neste domingo, a Tribuna dá uma mostra das delícias que já foram apresentadas, trazendo a iguaria que venceu a disputa no ano passado na categoria de prato principal.

Na criação da chef Bríghida Falleiros, o pinhão aparece na forma de uma saborosa farofa, que recheia suculentas coxas de frango. Em uma releitura da duplinha mineira, a ave é servida com arroz de quiabo. "As pessoas associam o pinhão ao frio, a pratos pesados. Mas esse é um prato leve, então pode ser servido em qualquer refeição e até em dias quentes", diz a criadora da delícia, que também venceu a edição de 2012 do concurso com o "Frango oriental com pinhão".

Na receita de hoje, o miniarroz, tipicamente brasileiro e único no mundo, dá um toque especial, com seu aroma suave e levemente floral. O produto pode ser encontrado em supermercados especializados e estabelecimentos gourmet.

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?