Publicidade

13 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Banda local Onze:20 tem música escalada para integrar trilha da novela global 'Em família'

Por RENATA DELAGE

Compartilhar
 
Onze: 20 prepara o novo CD de autorais, previsto para ser lançado ainda no primeiro semestre
Onze: 20 prepara o novo CD de autorais, previsto para ser lançado ainda no primeiro semestre

Para "um bando de roqueiros que tocam reggae", a Onze:20 anda agradando um público bem mais amplo do que apenas os fãs dos dois ritmos. A banda juiz-forana, que se destacou como uma das mais tocadas de várias rádios do país e foi convidada de importantes programas de TV no último ano, emplacou sua nova música na trilha sonora da novela de Manoel Carlos, "Em família", que vai ao ar na faixa das 21h na Globo.

"Pra você", lançada no fim de 2013 e que já está entre as cinco mais tocadas nas rádios de São Paulo, é uma composição de Marlos Vinicius (baixista da banda) e Gustavo Lira, que quiseram "criar uma música simples com uma mensagem direta". A música de trabalho do EP homônimo caiu no gosto dos globais, que já vinham flertando com o repertório da banda, segundo o produtor Arthur Inox.

"A música foi muito bem aceita pela equipe da novela, e em janeiro recebemos o convite", conta o vocalista Victor Hugo, o Vitin. Embora ainda não saibam que dia a faixa entrará na trama, que estreou no dia 3 deste mês na grade da emissora, os músicos já puderam ouvir a canção durante as propagandas da novela. "Estamos bem apreensivos, ainda na expectativa de como ela vai entrar na história, como trilha de qual personagem", comenta Vitin, contando que, como várias outras das composições da banda, o hit é resultado do trabalho coletivo que vem dando certo na trajetória da Onze:20, composta ainda por Chris (guitarras), Fábio (bateria) e Athos (teclados). "Logo que a música foi composta, já nos enviaram por celular, e no outro dia estávamos ensaiando. Mesmo quem não compõe participa da elaboração dos arranjos, da produção", diz. "A gente é bastante diferente e escuta coisas diferentes, mas moramos juntos por muito tempo, nos conhecemos bem e temos muita afinidade."

A baladinha com pegada de reggae e letra romântica, embora recém-criada, já tem clipe oficial, gravado em Paraty, no Rio de Janeiro, com direção de Paul Domingos. A opção por um cenário bonito teve como intuito contrastar com a melancolia da canção, de acordo com a equipe. O trabalho está disponível no site Youtube e já bateu a marca de 600 mil visualizações.

 

Destaque de 2013

O ano de 2013 foi, sem dúvida, um divisor de águas na trajetória da Onze:20. "Colhemos muito do que plantamos em 2012, foi muito produtivo. Mostramos o nosso trabalho, que foi bem recebido no meio", avalia Vitin. "Continuamos com a mesma pegada de rock e reggae, mas estamos tentando trazer toda essa extensão de ritmos do Brasil para o nosso som, pegando coisas do Sul, do Nordeste, dando uma 'abrasileirada'. Estamos conhecendo muita gente diferente, o que 'corrigiu' bastante o nosso jeito de pensar."

Entre as participações na TV, estão as aparições no "Encontro com Fátima Bernardes" e no "Caldeirão do Huck", ambos da Globo. O último, em edição especial da faixa de sábado, "Caldeirão de ouro", teve como atração as dez músicas mais tocadas do ano, entre as quais se destacou "Meu lugar". Os músicos também se apresentaram no "Programa do Ratinho", no SBT, e no "Legendários", de Marcos Mion, na Record.

Outro destaque foi a aparição em importantes festivais de música pelo país, como o Planeta Atlântida deste ano, no Rio Grande do Sul, e, sobretudo, a participação frequente entre as mais tocadas das rádios em vários estados. Além de "Meu lugar", destacam-se na carreira do grupo hits como "Me leva" e "Não vai voltar", do primeiro CD "A nossa barraca" (2012). "A gente costuma dizer que o nosso maior pontapé é o rádio. O alcance é enorme. Você ouve quando está no supermercado, na oficina mecânica, no carro, e sempre mais alguém vai escutar também. Essa entrada nas outras mídias tem tudo a ver com o sucesso no rádio", observa o vocalista.

Para seguir se "abrasileirando", a banda, que se apresenta na Mansão, em Juiz de Fora, neste sábado, já tem shows programados em outros estados, como os do fim de semana seguinte, em Santos (SP) e Aracaju (SE).

 

Fundada em meados de 2009, a Onze:20 conta com integrantes que já faziam parte do cenário local. "Eu tinha uma banda de hardcore e conheci os outros integrantes nos eventos que organizávamos. A gente percebeu que tinha muita coisa em comum, como gostar de sons diferentes. Digo que nosso gosto musical vai de Chico Buarque a Pantera", conta Vitin. O nome da banda surgiu por acaso, de uma reunião em que o horário marcado no relógio, 11h20, acabou sendo uma opção sonora.

Decididos a investir no projeto da banda, os integrantes se mudaram para São Paulo, onde moraram por três anos. "É um cenário monstruoso, com muita gente boa. Como o esquema era desconhecido, tivemos que trabalhar muito, morando com 8 a 12 pessoas num 'apê' minúsculo", ri. "Isso foi importante para a gente crescer profissional e pessoalmente, para a banda soar para todos com uma verdade só." De mudança de apartamento na capital paulista - onde contam agora com o auxílio de dois escritórios (Artmix e Mainard Music) -, os músicos aproveitam a estada em Juiz de Fora para "matar a saudade da família".

O EP "Pra você" é uma prévia do novo CD, que já está sendo produzido e deve ser lançado no primeiro semestre. Ainda sem nome, o álbum será composto exclusivamente por canções autorais. "Estamos compondo esse disco com o máximo de carinho. O que posso adiantar é que será um trabalho instigante, com as nossas baladas, mas também com música para levantar poeira. Vai ser um disco com gostinho de saudade, com sons que vão fazer lembrar de algo que não queríamos deixar para trás", finaliza Vitin.

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?