Publicidade

25 de Janeiro de 2014 - 07:00

ZonaBlue faz show abrindo as comemorações de 18 anos de banda e prepara CD com autorais

Por Tribuna

Compartilhar
 
Banda juiz-forana lança disco com apoio da Lei Murilo Mendes ainda este ano
Banda juiz-forana lança disco com apoio da Lei Murilo Mendes ainda este ano

"Agora já podemos votar e dirigir." É com a simpatia e a descontração características do ZonaBlue que o vocalista da banda, Ricardo Capra, fala sobre os 18 anos de estrada do grupo, comemorados em abril. Marcando o início dos festejos, Ricardo sobe hoje ao palco do Cultural, ao lado de João Reis (guitarra, violões e vocal), Reinaldo Santos (baixo elétrico e acústico), João Cordeiro (bateria) e Cristiano Cossinha (teclados e piano).

Como na vida, em que a idade marca mudanças, conquistas e, muitas vezes, os primeiros gritos de independência, o ZonaBlue inicia as comemorações com o lançamento de um CD de autorais, que tem o apoio da Lei Murilo Mendes e está sendo finalizado, para sair nos próximos meses. "Estamos com uma expectativa muito grande para este disco. Hoje, mesmo artistas internacionalmente consagrados tocam músicas dos outros, é uma realidade. Mas mostrar o trabalho que a gente fez para o nosso público, que já curte nosso som, é um sonho e um privilégio", conta Ricardo, adiantando que pretende "entrar de cabeça" no trabalho durante o carnaval, quando a banda faz um pit-stop na agenda.

Parte do que vem por aí já está nas rádios da cidade e pode ser ouvido no Soundcloud (soundcloud.com). A faixa "Ficar com você" tem a cara da banda, um pop rock marcado pelo arranjo de guitarras e violões, com a voz característica de Ricardo cantando o amor sem rodeios e sem firulas. "Muitas bandas, em seu primeiro trabalho autoral, fazem algo completamente diferente do que estão acostumadas a tocar nos shows. Temos um respeito muito grande pelo nosso público e priorizamos fazer o que eles gostam e que é a identidade da nossa banda: um pop rock oitentista com muito violão e piano", diz o vocalista.

 

A proximidade com os fãs é, inclusive, algo que o ZonaBlue sempre prezou, desde os tempos da roda de violão descompromissada, ainda não profissional, no São Bernardo, onde a primeira formação foi montada. "Sempre tivemos em mente que deveríamos conquistar primeiro o público de nossa cidade, para depois tentar levar nosso som para outros lugares. Não somos a melhor banda de Juiz de Fora, mas certamente somos uma das que melhor conversam com seu público, que procuram interagir com ele, montar o repertório unindo o que gostamos de tocar e o que eles gostam de ouvir. Já dizia o Milton Nascimento que 'todo artista tem que ir aonde o povo está', e o povo está com a gente", comemora Ricardo.

De fato, por onde a banda passa, da Zona da Mata ao Espírito Santo, as casas têm ficado cheias, e o público, com os refrões na ponta da língua. "Para ficar 18 anos na estrada, é preciso se reinventar, saber o que funciona no show", opina Ricardo, destacando projetos da banda, como tributos a Lulu Santos e Engenheiros do Hawaii, elaborados com base nas músicas que mais conquistavam a plateia nas apresentações.

Para 2014, o plano é comemorar a chegada da banda à vida adulta, divulgando o CD com as músicas prontas. "Teremos muitas surpresas para o aniversário do ZonaBlue, e a ideia é colocar o CD para rodar mesmo, para que as pessoas escutem no celular, cantem e conheçam a banda que, como faço questão de ressaltar na abertura de todos os shows, é orgulhosamente de Juiz de Fora."

 

ZONA BLUE

 

Hoje, às 23h

 

Cultural Bar

(Av. Deusdedit Salgado 3.955)

 

 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?