Publicidade

07 de Dezembro de 2013 - 11:10

Por MARISA LOURES

Compartilhar
 
Talarico propõe passeio por Juiz de Fora
Talarico propõe passeio por Juiz de Fora

Cine-Theatro Central, praças da Estação e Agassis, Bairro Jardim Glória, Forum da Cultura e Parque Halfeld estão entre os 14 pontos históricos da cidade que ganharam cores ainda mais vibrantes por meio das mãos de Talarico. Até 20 de dezembro, o pintor expõe "Homenagem a Juiz de Fora", no terceiro andar da OAB. A mostra, segundo ele, é um convite a refletir sobre a memória do município. "Faço uma provocação no visitante de maneira muito positiva. As praças da cidade viraram terra de ninguém, lugar de vandalismo, de traficantes. Esta é a maneira de valorizar, de pensar sobre o espaço abandonado", observa o artista plástico, que volta a assinar uma individual depois de dez anos.

De acordo com Talarico, os quadros foram produzidos com acrílica sobre tela. Exibi-los ao público significa resgatar a maneira de outros tempos de representar a paisagem local. "Juiz de Fora tem uma tradição de artistas que pintam o campo. A geração anterior à minha, como Dnar Rocha, Bracher, entre outros, sempre se reuniram com essa finalidade, e isso se perdeu neste mundo individualista. Todo mundo fica trancado em casa. Também quero chamar atenção para o que tem de bonito aqui."

Em dois únicos tamanhos - 100cm x 80cm e 70cm x 50cm -, as peças foram dispostas de forma a propor um caminhar por Juiz de Fora. De acordo com seu criador, as imagens refletem, exatamente, o seu jeito de enxergar o ambiente. "Minha forma de trabalhar é mais emocional. Não faço um retrato. Pinto, interferindo naquilo que vejo."

Talarico também conta que tem se dedicado à ilustração. Seu mais recente trabalho é o livro "Temas para sonhar", de autoria da professora Maria da Assunção Calderano e sua filha Gabriela Calderano Barbacovi. O lançamento está marcado para 14 de dezembro. São 44 páginas coloridas e uma temática voltada para os pequenos. "É construído por meio de um diálogo entre mãe e filha. As crianças de hoje não conversam com os pais, só ficam na frente de um computador. É uma leitura que ensina a retomar antigos valores."

HOMENAGEM A JUIZ DE FORA

Visitação de segunda a sexta, do meio-dia às 18h. Até 20 de dezembro

OAB

(Rua Marechal 552 - 3º andar)

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?