Publicidade

09 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Praticante de corrida rústica, Rosália se prepara para a meia maratona Asic Golden Four

Por MARISA LOURES

Compartilhar
 
A dentista e atleta participou da última edição da São Silvestre
A dentista e atleta participou da última edição da São Silvestre

Nascida em Carangola (MG), Rosália Marlière, 48 anos, guarda na memória as maravilhas da região em que nasceu, um dos seus destinos prediletos. "Amo o Pico da Bandeira. Esse ano que passou, no mês de julho, fiz de novo a subida até o topo para ver o sol nascer. É uma emoção", conta ela, que, como praticante de corrida rústica, aproveita as viagens que faz para correr, acumular amizades e curtir a culinária local. "Acho que todo lugar do mundo, do mais simples ao mais sofisticado, tem sempre uma particularidade a oferecer aos nossos sentidos. Cores, sabores, cheiros, maneirismos. Sempre trago na bagagem novas experiências e amizades", comenta, ressaltando que, em sua página do Facebook, estão listados os contatos feitos na concentração da Corrida de São Silvestre. "A São Silvestre foi pura emoção, primeira participação, adorei. Lá, o tempo não foi meu principal objetivo. É uma corrida para se divertir e fechar o ano com chave de ouro."

Moradora de Juiz de Fora, Rosália é dentista, com especialização em prótese, e tem uma maratona de 9h de trabalho. O relaxamento, ironicamente, vem com a rotina pesada que precisa enfrentar durante as preparações para sua prática esportiva. Ela acorda às 5h30, faz exercícios com um personal trainer durante 1h e depois parte para a corrida. "A atividade me deixa mais alegre e bem disposta. Tenho hábitos bem saudáveis e sei que inspiro pacientes e amigos a terem um estilo de vida assim."

A primeira competição deste ano ocorreu em Guarani, onde ficou com o terceiro lugar por faixa etária. Agora, ela se apronta para a meia maratona Asic Golden Four, que acontece no mês de abril de 2014, em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília. De bem com a vida, Rosália diz que só perde o chão quando o assunto é o descaso dos seres humanos com o meio ambiente. "Temos um planeta que está gritando para ser mais bem cuidado." Entre seus sonhos, está o desejo de competir uma maratona em 2015. "Amo com intensidade o que faço, adoro estar na minha pele. Creio firmemente que a felicidade é feita de momentos, e os meus são muitos, me sinto uma felizarda."

DVD - "Scorpions-rock-sessions-rockthology"

É uma das mais importantes coletâneas musicais em vídeo já produzidas sobre o fantástico mundo do rock'n'roll. Hard rock, heavy metal e rock alternativo mesclam-se em acordes magníficos e performances inesquecíveis que mostram toda a força da música que revolucionou o comportamento de jovens de todo o mundo

Livro- "A menina que roubava livros", de Markus Zusak

Poesia pura, história de um ser humano tão envolvente e verdadeiro na difícil arte da sobrevivência que chama atenção até da morte

Cineasta - Martin Scorsese

Perfeito esse nova-iorquino. Com "A invenção de Hugo Cabret", de 2011, ele faz a justa homenagem a quem realmente ama a sétima arte. Agora está arrebentando com o "Lobo de Wall Street"

Programa de TV - "Mosaicos", na TV Cultura

Programa que homenageia artistas com apresentações exclusivas de outros intérpretes

Filme - "Sob o sol da Toscana", de Audrey Wells

Os que me conhecem sabem da paixão que tenho pelo filme. A história, os personagens. Quem vê percebe o amor nascendo em todos os lugares, em todas as coisas, mas principalmente o amor por si mesma, da diretora Audrey Wells. Estrelado por Diane Lane, é um clássico de 2003

Música - "Life is too short", Scorpions

Uma música que me define. "Eu corro, porque a vida é muito curta..."

Site - colheradacultural.com.br

Um olhar feminino sobre todos os assuntos culturais

Frase - "O melhor do conhecimento é que ninguém tira ele de você"

Para mim é bem inalienável, imperecível

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?