Publicidade

02 de Dezembro de 2013 - 21:25

Por Tribuna

Compartilhar
 

A alta nos valores da gasolina e do diesel, anunciada na última sexta-feira pela Petrobras, já refletiu nos postos juiz-foranos. Entre dez estabelecimentos procurados pela Tribuna, nesta segunda-feira (2), cinco apresentaram aumento nos preços, tanto na gasolina comum, quanto na aditivada, variando de 1% a 5%. Em um destes estabelecimentos, na Zona Norte, o combustível comum pulou de R$ 2,99 para R$ 3,14, um aumento de R$ 0,15 no custo por litro. Já na Cidade Alta, o litro, em ambas as versões, ultrapassou a casa dos R$ 3. Nos outros cinco postos, a ideia de mudança nos preços não está descartada, porém, as gerências aguardam a chegada de novas carretas para decidir se a diferença cairá sobre o bolso do consumidor.

O diretor regional do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de Minas Gerais (Minaspetro), Carlos Alberto Jacometti, acredita que o aumento do valor da gasolina deve ficar entre R$ 0,05 e R$ 0,10. "É um reajuste que compensa para o comerciante, pois a margem de lucro neste tipo de produto é pequena. Desde 1996, não temos mais um mercado engessado, em que os preços são tabelados. É um mercado livre onde quem dita o preço é a concorrência." Outros custos embutidos neste aumento, segundo Jacometti, são os pagamentos dos salários aos trabalhadores do setor. "Dezembro é um mês de dissídio, e isso acaba sendo repassado para o consumidor nesta época do ano", comenta.

Quanto ao diesel, o presidente do Minaspetro acredita que pode impactar, a partir do próximo ano, nos custos do transporte público, intermunicipal e interestadual, refletindo no preço das passagens. Já o presidente do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de Juiz de Fora, Alexandre Picorelli Assis, diz que o frete de cargas mais pesadas, tal como produtos siderúrgicos, agrícolas e demais commodities, pode aumentar de 1,5% a 3%. "O aumento no diesel não incide apenas no combustível, mas sim em outros produtos derivados, como pneus, câmaras e óleos de motor, o que impacta no valor do serviço." O transporte de objetos menores, como presentes de Natal adquiridos pela internet, não deve sofrer reajuste.

Levantamento

Segundo o levantamento semanal realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 24 e 30 de novembro o valor da gasolina comum apresentou média de R$ 2,97 em Juiz de Fora. O maior valor por litro encontrado na cidade foi de R$ 3,09, enquanto o menor foi de R$ 2,69. Nesta segunda, em São Paulo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o reajuste aprovado na semana passada deve impactar de 2% a 2,5% nas bombas de combustíveis de todo o país.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?