Publicidade

30 de Dezembro de 2013 - 20:57

Movimento deve continuar nesta terça; projeção é de que vendas cresçam até 25%

Por Gracielle Nocelli

Compartilhar
 
Movimento deve continuar nesta terça-feira
Movimento deve continuar nesta terça-feira

Os consumidores de Juiz de Fora enfrentaram grandes filas nos supermercados nesta segunda-feira (30) para comprar os produtos da festa de fim de ano. Nos carrinhos, carnes e bebidas eram os principais itens. A expectativa dos estabelecimentos é que a demanda de clientes continue intensa também nesta terça. Em alguns casos, as vendas de produtos sazonais deve crescer até 25% com relação ao mesmo período de 2012.

Nas lojas da rede Bahamas, o fluxo de clientes nesta segunda foi maior do que no fim de semana. "As vendas já foram direcionadas para o Réveillon", afirma o gerente de marketing Nelson Júnior. "Tivemos uma grande procura por carne, carvão e itens de churrasco. É uma demanda bem diferente se comparada ao Natal, quando os clientes compram aves e outros produtos para preparação de jantar." Segundo ele, no cardápio de bebidas, os juiz-foranos deram preferência à cerveja e aos espumantes. "As bebidas quentes também estão tendo boa saída. Registramos aumento de 200% de uma marca de vodka."

Apesar de não consumir bebida alcoólica, o casal Isa Gonçalves, 40 anos, e Paulo Vidal, 51 anos, não abriram mão de comprar um espumante para o Réveillon. "Somos evangélicos e, por isso, iremos levar a bebida sem álcool", explica a esteticista. A festa da família será com uma tradicional ceia entre os amigos da igreja. "É um momento especial. O espumante dá um glamour à comemoração", opina o professor. O motivo que os levaram às compras na véspera da data é comum a muitos outros consumidores. "A gente sempre deixa para última hora", diz ele.

O gerente do supermercado Sales, Luiz Carlos Germano, confirma a informação. Por isso, ele acredita que a maior movimentação de consumidores acontecerá nesta terça. "Virou costume deixar as compras para última hora. Na véspera de Natal, vendemos o dobro do que estávamos vendendo no período. No dia 31, a procura aumenta."

Apesar de ter ido às compras nesta segunda, o aposentado Ronis Pequeno da Silva, 44 anos, pretende retornar ao supermercado na terça. Para receber cerca de 50 familiares que chegam da Paraíba e de Pernambuco para as comemorações de fim de ano, ele planeja um grande churrasco. "É a alternativa para agradar todo mundo", justifica. Segundo ele, a falta de tempo fez com que deixasse as compras para a última hora. "Como é muita coisa, não dá para levar tudo de uma vez",diz. "O problema é enfrentar a grande fila do caixa, mas faz parte."

A espera para pagar não foi problema para o biomédico Henrique Barreto, 34 anos. "Já vim preparado de casa, sabendo que precisaria ter paciência", brinca. A espera, segundo ele, valeria a pena. A comemoração de fim de ano será entre amigos de longa data. "Nosso grupo se conheceu na adolescência, há 18 anos. Hoje muitos estão fora, mas todo ano fazemos esse churrasco para tentar reunir o pessoal com suas famílias." Na lista de compras, carvão, carne de porco, cerveja e vodka.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?