Publicidade

14 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

A rede Bahamas de supermercados cresceu 17% em 2013, segundo dados passados nesta quinta-feira (13) à Tribuna pelo diretor comercial do grupo, Jovino Campos. O resultado é bem superior aos 4,93% verificados pelo setor supermercadista do estado, conforme levantamento da Associação Mineira de Supermercados (AMIS). Para Jovino, o bom desempenho é fruto do planejamento realizado em 2012. "Fizemos um estudo para analisar oportunidades e desafios do mercado. A partir dele, criamos nossas ações para o período de três anos seguintes", explica. Dentro destas estratégias está ainda o investimento de R$ 70 milhões previsto para 2014, quando a rede pretende inaugurar novas lojas, sendo quatro em Uberlândia, e aumentar o faturamento em 30%.

"Estamos confiantes em atingir bons resultados este ano. Mesmo com as previsões de crise no consumo anunciadas por especialistas, acreditamos que continuaremos crescendo. A nossa ideia é enxergar as oportunidades em meio aos desafios impostos pelo mercado", analisa Jovino. Ele exemplifica que a expansão da rede para o Triângulo Mineiro ocorreu num momento em que as empresas nacionais dominavam o mercado. "Enxergamos ali a necessidade de criar espaço para as empresas regionais, que conhecem o consumidor, suas necessidades e a melhor maneira de atendê-lo."

Com 31 lojas no estado, o Bahamas pretende ampliar para até 50 o número de estabelecimentos e faturar R$ 2 bilhões em 2015. Do total de lojas, 12 serão em Uberlândia. "O nosso planejamento mostrou que a cidade estava propícia ao investimento e, também, ao retorno. Hoje, a loja que inauguramos já não atende toda a demanda que foi criada."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?